Viajar para o Peru e conhecer as ruínas incas de Machu Picchu é uma das experiências mais desejadas entre viajantes do mundo inteiro. Nesse artigo, reunimos as melhores dicas para visitar Machu Picchu e montar um roteiro completo por um dos destinos mais fascinantes de todo o continente sul-americano.

Vem com a gente conferir tudo sobre Machu Picchu.

1. Onde fica Machu Picchu?



A cidadela de Machu Picchu fica a cerca de 110 km de Cusco, o berço da civilização Inca no Peru. Suas ruínas estão a mais de 2.400 metros acima do mar e são consideradas uma das 7 maravilhas do mundo moderno.

O parque pertence ao distrito de Urubamba e é o principal cartão postal do Peru, recebendo turistas do mundo todo que são atraídos pela mística e a beleza do lugar.

2. Qual a história de Machu Picchu?



Estima-se que Machu Picchu tenha sido construída durante o século XV, mas só foi oficialmente “descoberta” em 1911, após uma expedição do arqueólogo americano Hiram Bingham.

Desde então, a cidade perdida dos Incas passou a ser conhecida em todo o mundo e se tornou um dos destinos mais desejados entre os aventureiros.

Ao longo dos anos, arqueólogos, historiadores e pesquisadores de diversas áreas realizaram inúmeros estudos para desvendar a verdadeira história de Machu Picchu. Atualmente, a tese mais defendida é de que o local teria sido construído para fins sagrados e religiosos.

3. Qual a melhor época para visitar Machu Picchu?



As atrações de Machu Picchu recebem turistas o ano inteiro e o parque funciona de domingo a domingo.

O clima no Peru é marcado basicamente por duas estações: a de seca e a de chuvas. Veja abaixo as características de cada uma dessas temporadas:

  • De novembro a março (estação chuvosa): as chuvas nem sempre duram o dia inteiro, mas as atrações de Machu Picchu costumam estar mais vazias. Por isso, nessa época também há mais promoções nos hotéis e passeios.
  • De maio a setembro (estação seca): com probabilidade menor de chuvas, temperaturas mais elevadas e um calendário recheado de eventos, como o festival Inti Raymi, essa é a alta temporada em Machu Picchu. Prepare-se para enfrentar o movimento nas ruínas e na cidade.

4. Como ir para Machu Picchu?

Depois de escolher quando ir a Machu Picchu, é hora de saber como chegar na Cidade Perdida dos Incas. Veja algumas das diversas maneiras abaixo:

  • De trem: há trens saindo de Cusco, Urubamba, Poroy e Ollantaytambo. Os bilhetes podem ser reservados pelas duas empresas responsáveis pelos trajetos: a Peru Rail e a Inca Rail.
  • De carro: outra opção é reservar um aluguel de carro em Cusco para cruzar o Vale Sagrados dos Incas e seguir até Águas Calientes. Dali, é preciso pegar um micro-ônibus (30 min) ou seguir a pé (1h 30 min) até a entrada do parque.
  • A pé: para os mais aventureiros, outra maneira de ir para Cusco é fazendo a Trilha Inca. Ela tem 43 km de extensão e o percurso demora de 2 a 4 dias inteiros, dependendo de onde você começa. Ao longo da caminhada, o visitante pode conhecer outras ruínas incas e admirar as belezas do vale do Rio Pacaymayo. Observe que a Trilha Inca tem uma limitação de 500 pessoas por dia e fecha para manutenção no mês de fevereiro de cada ano.

5. Quais os principais pontos turísticos de Machu Picchu?

Além das ruínas, há muito o que fazer em Machu Picchu. Para ajudar a você a se organizar e não deixar nenhum atrativo fora do seu roteiro, fizemos uma lista com as principais atrações em cada um dos pontos da visita.

  • Nas ruínas incas: o Templo do Sol de Machu Picchu, o Templo das 3 Janelas e, claro, as montanhas Machu Picchu e Wayna Picchu.
  • Em Cusco: construções históricas que são marcas da colonização espanhola, a Catedral de Cusco, a Plaza de Armas, o Mercado de San Pedro e a Fortaleza de Sacsayhuaman são passeios fascinantes. Continue a descoberta do passado em uma visita aos sítios arqueológicos de Qoricancha.

  • No Vale Sagrado dos Incas:  conheça a cultura e os sabores locais no Mercado de Pisac. No Laboratório Agrícola de Moray, você pode conhecer os impressionantes anéis onde os incas cultivavam diversas espécies de plantas.



As Salinas de Maras, onde antigas técnicas de extração são usadas na produção do sal rosa, são outra marca da forte relação da população local com a sua terra. Aproveite também para conhecer as Ruínas de Ollantaytambo e admirar o Rio Urubamba.

6. O que saber antes de ir para Machu Picchu?

Antes de embarcar em sua viagem para Machu Picchu, é muito importante prestar atenção a alguns detalhes e regras para explorar a Cidade Perdida dos Incas e aproveitar melhor o seu roteiro.

  • O ingresso para Machu Picchu garante o acesso ao parque por 4 horas. Não é permitido retornar depois de sair.
  • Para preservar o sítio arqueológico, não é permitido entrar de salto alto, guarda-chuvas, tripés de máquinas e bastões para selfies.
  • Você pode ganhar um carimbo simbólico em seu passaporte com uma imagem de Machu Picchu e registrar sua visita ao Império Inca.
  • Não é possível pernoitar no parque. Mas você pode encontrar um bom hotel em Águas Calientes e em outras cidades nos arredores.

7. Como visitar Machu Picchu?

Quem pretende embarcar em uma viagem para Machu Picchu pode optar por buscar voos para Cusco ou Lima. Uma boa opção são os pacotes para Machu Picchu com serviços completos, que garantem voo, hospedagem e transporte por toda a região.

Os hotéis em Cusco são a melhor opção para quem deseja ir e voltar do parque e visitar todas as atrações.

Mas são necessários quantos dias para conhecer Machu Picchu? O passeio pelas ruínas incas é feito em um único dia, mas, para conhecer Cusco e o Vale Sagrado, além de uma esticada até Lima, o ideal é programar uma viagem de 4 a 7 dias.

8. O que levar para Machu Picchu?

Para deixar o seu roteiro em Machu Picchu ainda mais perfeito, é importante se lembrar de alguns itens essenciais na hora de arrumar as malas. São eles:

  • Tênis confortável e roupas leves para os passeios em Machu Picchu.
  • Casaco para a noite.
  • Filtro solar e protetor labial.
  • Repelente de insetos.
  • Uma mochila pequena para levar água, frutas e alimentos durante o passeio pelo parque.
  • Óculos escuros e chapéu ou boné.

Essas foram nossas dicas para visitar Machu Picchu, no Peru. A natureza e a história desse lugar têm uma energia própria que precisa ser sentida de perto. Prepare-se para conhecer e se surpreender com o passado e o presente de Machu Picchu.