Top 10 motivos para visitar a Ilha de Malta

A Ilha de Malta, que não era tão popular entre os destinos de viagem na Europa, hoje ganhou destaque entre os países mais procurados por diversos tipos de turistas, seja para fazer intercâmbio, mochilão, cruzeiro, passeio de férias, lua de mel… Até casamentos estão sendo celebrados por lá. O país tem tudo para ser um excelente destino nas suas próximas férias.

Além de ser uma opção econômica – principalmente quando comparado ao resto da Europa –, a Ilhota, como é conhecida, tem história milenar e é rica em cultura.

Localizada bem no meio do Mar Mediterrâneo, Malta é composta pelas Ilhas de Malta, Gozo e Comino (todas habitadas e fascinantes). O país está repleto de praias paradisíacas e fica entre o Sul da Europa (próximo à Sicília, na Itália) e o Norte da África. A localização faz com que a Ilhota também ofereça fácil acesso a outros países.

A língua nacional da ilha é o Maltês, mas o idioma mais falado é o inglês, devido à grande quantidade de turistas e residentes expatriados no país.

Dez motivos para visitar Malta

10) Tranquilidade

Mdina, a cidade silenciosa. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Mdina, a cidade silenciosa. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Se compararmos Malta com as grandes cidades do restante da Europa, com a Austrália e até mesmo os Estados Unidos, a ilha ganha disparado no quesito paz e quietude. O clima é de pouco barulho, perfeito para descansar.

9) Infraestrutura 

Ilha de Gozo. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Ilha de Gozo. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

A Ilha oferece estradas em boas condições, fiscalização de trânsito ativa, sistema de transporte público de qualidade e acessibilidade para cadeirantes, idosos, crianças e pessoas com bebês em todos os pontos turísticos. Perfeita para viajar em família!

8) Novidade

Qwara em St. Paul's Bay

Águas cristalinas em Qwara, St. Paul’s Bay. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Malta ainda é um país pouco explorado pelos turistas brasileiros. Viajar para lá significa conhecer um destino ainda desbravado e voltar para casa com histórias e fotos únicas para contar.

7) Segurança

Parque de Limestone. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Parque de Limestone. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

A Ilha é um país muito seguro – segundo as estatísticas, um dos mais seguros da Europa, com baixas taxas de criminalidade. Todas as ruas principais têm postos policiais, inclusive durante a noite.

6) Pluralidade 

Forte em St. Paul's Bay. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Forte em St. Paul’s Bay. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Encontramos no país pessoas que vêm de diversas culturas, nacionalidades, religiões e idades, ou seja, lá é possível conhecer as mais diferentes “tribos” e viver experiências únicas. É sempre muito válido descobrir novos sotaques, costumes, jeitos de se vestir, comidas e demais tradições.

5) Opções de passeios

Natureza, que está em toda parte. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Natureza, que está em toda parte. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Ah, muitos se enganam pensando que Malta só tem praias e os passeios turísticos são apenas para contemplar paisagens. Embora pequena, a Ilhota tem milhões de coisas para fazer, desde explorar a natureza até praticar esportes radicais de aventura e muita adrenalina.

4) Cultura

Acervo dos museus inclui peças da cultura milenar de Malta. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Acervo dos museus inclui peças da cultura milenar de Malta. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Malta não oferece apenas passeios “outdoor” e praias. Ao contrário: possui uma ampla gama de opções de entretenimento, com teatros, cinemas e muitas exposições em museus e galeria de arte. No período do verão, encontramos na rua muito artesanato e performances de artistas de rua. Em outubro, acontece a Notte Bianca, com um dia inteiro de entrada gratuita nos palácios, catedrais e espaços que contam a história dos Cavaleiros de Malta.

3) Localização

Vila de Silema. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Vila de Silema. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Mesmo ficando ilhada no meio do Mar Mediterrâneo, Malta dispõe de uma vasta opção de voos para outros países. Isso favorece muitos aqueles que são apaixonados por viagem e querem aproveitar sua estadia na ilha para conhecer os países vizinhos – ou vice-versa.

2) Clima 

Praia na ilha de Comino. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Praia na ilha de Comino. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Para quem gosta de calor, sombra e água-fresca, a Ilhota é uma ótima pedida. Além de ter 2.950 horas de sol nos 12 meses do ano, tem apenas cerca de 84 dias de frio e chuva. As temperaturas na Ilha são bem quentes no verão: os termômetros marcam 30 graus, mas a sensação térmica é de 40.

1) Preços 

A Janela Azul, em Gozo. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

A Janela Azul, em Gozo. (Crédito da foto: Daniela Loyola)

Embora a moeda local seja o Euro, a Ilha de Malta tem preços muito atraentes e é mais barata que outros países da Europa. Se colocarmos na balança custo x benefício, certamente o país se sobressai aos seus vizinhos europeus e ganha o troféu BBB – Bom, Bonito e Barato!

Daniela Bernardes Loyola é formada em Hotelaria e Gestão de Serviços. Trabalha com Social Media e tem um blog com dicas para Brasileiros em Malta (www.bybrasileirosemmalta.com). Moradora da Ilha desde 2011 compartilha um pouco da sua experiência e divulga o país com muito carinho e orgulho. 

Expedia Brasil

Expedia Brasil

Bem-vindos ao site Viajando com a Expedia - Aqui, você encontrará todas as dicas e conselhos de viagem da nossa rede de especialistas do mundo todo, além das novidades sobre as novas tendências de viagem e as ùltimas notìcias sobre os problemas enfrentados pela indùstria do turismo. Viajando com a Expedia traz também milhares de informaçöes e recursos para que você possa desfrutar ao máximo de sua próxima viagem. Aproveite e explore o que a Expedia tem a oferecer!.
Expedia Brasil

Últimos posts por Expedia Brasil (veja todos)

2 thoughts on “Top 10 motivos para visitar a Ilha de Malta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *