Sinta o verdadeiro México: tradição e religião no deserto de San Luis Potosí

É uma pena que muitos viajantes resumam o México apenas à região de Cancun. O país guarda grandes surpresas e ganha o coração de quem se dedica a conhecer suas características mais a fundo. Intenso, colorido e cheio de temperos, viajar pelo país do mescal e da tequila é desafiar seus sentidos, em todos os sentidos.

Querendo estender seu roteiro para além dos limites da Cidade do México e seus vizinhos, San Luis Potosí é uma boa escolha, principalmente para quem busca experiências mais autênticas e gosta de conhecer a fundo a história e as tradições de um país.

San Luis Potosí, tradição, ruínas e história ao ar livre

San Luis Potosí, tradição, ruínas e história ao ar livre

Mais de 400 quilômetros separam os dois destinos, portanto, para chegar até lá as duas melhores maneiras são: voando numa curta ponte aérea operada por várias empresas do país como a Aeromexico, a Aeromar e a InterJet; ou ainda seguindo de ônibus com a Transporte del Norte, num trajeto que pode durar cerca de cinco horas.

Em 1592, foram encontrados ouro e prata na região, por isso San Luis Potosí já foi considerada a cidade mais importante do norte do país, o que acabou transformando-a em um centro para muitas batalhas históricas. O estado, que leva o mesmo nome, entrou para um circuito chamado por muitos de “Camino Real de Tierra Adentro”.

San Luis Potosí à noite: a cidade mantém sua arquitetura e belezas tradicionais

San Luis Potosí à noite: a cidade mantém sua arquitetura e belezas tradicionais

As características marcantes da região de Potosí ficam ainda mais presentes em duas datas religiosas muito importantes para a tradição mexicana: o sincretismo mexicano que pode ser vivido no Dia dos Mortos em Xantolo ou na Procissão do Silêncio em Potosí que acontece durante as celebrações da Semana Santa.

A gastronomia também é outro fator marcante da cultura local, tendo sofrido influência direta da cultura indígena e da colonização espanhola. Não deixe de provar o cabuche, um prato feito à base das flores dos cactos da região ou carne de porco temperada com chile largo, um tipo de pimenta forte.

Em 2010, seu centro histórico foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, portanto se prepare para se surpreender com a beleza das construções que foram marcadas pela herança pré-hispânica e colonial que ainda se encontram bem preservadas. Você poderá ver de perto bons exemplos do churrigueresco, o barroco mexicano.

Entre a lista das principais atrações, não deixe de conhecer a Plaza del Carmen, o jardim de San Francisco, a Plaza Fundadores e a Plaza de Armas com sua majestosa catedral. Para complementar seu roteiro na cidade, vale visitar o estranho Museu Nacional das Máscaras, a Plaza de Aranzazu, o Museu Laberinto, o Jardin Hidalgo, a Igreja Templo del Carmen e o Centro de las Artes de San Luis Potosi Centenario.

Para viajar além dos limites da cidade, um dos cenários mais conhecidos da região é a Huasteca Potosina. A cidade mais próxima de lá é Ciudad Valles que está a 256 km de San Luis Potosí. Dentro desse parque, você poderá praticar rapel, rafting, caiaque e outras atividades em puro contato com a natureza entre rios, lagoas e cachoeiras de belezas únicas.

Para mergulhar, a Laguna de La Media Luna é o lugar indicado até mesmo pelo explorador Jacques-Yves Cousteau. A lagoa fica a uma hora de viagem de carro de Potosí. Nela foram retiradas uma cabeça fossilizada de um mamute e peças pré-hispânicas, provavelmente depositadas ali como forma de oferendas para os deuses da região. Outra experiência única.

Natureza presente também na região, com diversos lugares para mergulhar e se refrescar

Natureza presente também na região, com diversos lugares para mergulhar e se refrescar

Talvez um dos lugares mais inusitados e curiosos da região seja o jardim surrealista imerso dentro de uma densa floresta chamada Las Pozas. Idealizado por um britânico que investiu até em artistas como Salvador Dalí, as obras ficam nas montanhas de Sierra Madre. Esse é, sem dúvidas, um dos roteiros mais especiais do norte do México.

 

Anterior Fortaleza com as crianças: o que curtir além das praias
Próximo 10 Cidades que contam um pedacinho da história do Brasil

0 Comentários

Ainda sem comentários

Deixe um comentário

Simple Share Buttons