Pucón: o hotel Hacienda Vira Vira, luxo Farm to Table

Hotel Hacienda Vira Vira – localizado na região chilena de Pucón – é, sem dúvida, um dos lugares mais especiais nos quais já me hospedei. Passei ali quatro dias que mais pareceram quatro horas: o que é delicioso sempre parece passar rápido demais…

O Vira Vira é especial não apenas por suas deslumbrantes suítes de 75 metros quadrados, de frente ao Rio Liucura, decoradas com lindas tapeçarias mapuches (indígenas nativos da região), com chão aquecido, imensas camas macias e banheiras voltadas para o esplendor da natureza.

A bela fachada do hotel

A bela fachada do hotel

É especial não só pelo staff bem treinado e trilingue, pelas dezenas de opções de passeio (floating, trekking, observação de pássaros, subida ao vulcão Villarrica) inclusas na diária, assim como a imensa carta de vinhos chilenos.

É especial, acima de tudo, por levar a sério o conceito Farm to Table (da fazenda para a mesa) – e por ter comida apenas sensacional.

Cozinha sazonal, local, limpa, que utiliza a totalidade dos ingredientes: são coisas assim que me emocionam na gastronomia. O cuidado com a procedência do alimento, com o solo, com quem trabalha nele – isso pra mim é milhares de vezes mais importante do que estrelas, taças de cristal, salão impecável. Isso faz toda a diferença no sabor.

A área verde e ampla ao redor do hotel

A área verde e ampla ao redor do hotel

O chef uruguaio Damian Fernandez (assim como o chef patissier e o padeiro) cria cardápios diários usando o que a estação lhe dá – e boa parte dos insumos vem da horta orgânica do hotel.

Os peixes são comprados semanalmente direto do pescador, em Valdívia: para isso é preciso fazer uma viagem de 150 quilômetros.

Carnes de cordeiro e galinha, assim como ovos, provém de criação própria.

Apresentação especial de salada com alimentos locais

Apresentação especial de salada com alimentos locais

Queijos? Essa parte fica ainda mais interessante! O hotel cria nove vacas, alimentadas puramente com pasto e, claro, criadas soltas. Do leite delas são produzidos oito tipos de queijos (brie, parmesão, semi hard…) – alguns com mais de quatro anos de cura -, mascarpone, manteiga (sensacional!) e iogurte. O responsável por tudo é um mestre queijeiro suíço. E para prová-los é necessário ser hóspede: nada é vendido para terceiros. Ah, se eu conseguisse passar por escrito o sabor do melhor cheesecake da vida, produzido com queijo artesanal, naturalmente cremoso e adocicado, coroado por chantilly denso batido com caramelo salgado….

O Hotel Vira Vira prova ser possível reconectar as pessoas com a terra utilizando uma das armas mais eficazes: boa comida.

 

 

Ailin Aleixo

Ailin Aleixo

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Ailin Aleixo é jornalista e há 15 anos escreve sobre gastronomia. Já foi editora de revistas como Viagem e Turismo, Época e VIP. Há seis anos criou um dos maiores sites de gastronomia e turismo gastronômico do país, o Gastrolândia.
Ailin Aleixo

Últimos posts por Ailin Aleixo (veja todos)