Compartilhe
22

Paris: os museus mais diferentes na cidade

Paris é um destino que não se esgota. Não importa quantas vezes você visite a cidade, sempre vai descobrir algo novo ou um detalhe que passou despercebido. Culturalmente falando, por séculos a capital francesa sempre foi um núcleo de riquezas e transformações do pensamento europeu e isso fica claro ao conhecer a magnitude dos grandes museus que tomam conta das ruas e dos guias de viagem. Da famosa selfie com a Mona Lisa às bailarinas de Degàs, Paris também guarda alguns museus bem curiosos e diferentes em comparação aos mais conhecidos como o Louvre e o Museu d’Orsay.

A bela arquitetura da Fondation Louis Vuitton

A bela arquitetura da Fondation Louis Vuitton

Fondation Louis Vuitton

O museu da marca de luxo Louis Vuitton foi inaugurado no finalzinho de 2014 e causou grande furor no mundo da arquitetura contemporânea. O projeto foi idealizado pelo famoso arquiteto Frank Gehry e fica no parque Bois de Boulogne, pertinho de Paris. Lá você irá encontrar a coleção privada de Bernard Arnault, o patrão do grupo LVMH.

O interior do Palais de Tokyo

O interior do Palais de Tokyo

Palais de Tokyo

Aberto em 2002, o Palais de Tokyo surgiu com o propósito de mostrar um movimento de contracultura na arte contemporânea em Paris, afinal, a cidade sempre esteve ligada aos movimentos mais clássicos. A ideia é realmente apresentar projetos, instalações e obras de diversos tipos e técnicas que questionem velhos padrões. Hoje ele já é uma referência no assunto na Europa.

Musée National de la Marine

A estrela principal da região do Trocadero é a Torre Eiffel, mas ali pertinho fica um museu pouco comentado que conta a história da marinha e das navegações. O acervo é muito interessante e explora as aventuras do homem diante da imensidão dos nossos oceanos, sendo considerado um dos mais antigos do gênero no mundo.

Musée National de la Marine

Musée National de la Marine

Musée de la Contrefaçon

Já imaginou um museu inteiro dedicado a falsificação? Curioso, não? Pois bem! Esse é o conceito do Musée de la Contrefaçon que existe desde 1951, em Paris. Ele foi criado pela Union des Fabricants, uma organização de fabricantes e fica em um lindo casarão do século 17 no bairro do Marais. No museu são exibidos diversos objetos falsificados de inúmeras marcas e mostra como esse tipo de mercado paralelo pode prejudicar uma economia local.

Musée du Parfum

Muito ligado à tradição francesa, a história da perfumaria também ganhou seu próprio museu na cidade pertinho da belíssima Opéra Garnier. Ele foi criado em 1983 pelo perfumista Fragonard e mostra o desenvolvimento de fragrâncias, a concepção de aromas e a herança cultural no país.

Musée Carnavalet

Esse museu é imperdível para quem é realmente apaixonado por Paris. Além de ficar numa mansão impressionante no Marais, ele conta a história da cidade desde períodos muito remotos até os dias atuais. Muitas pinturas, esculturas, fotografias e mobiliário histórico mostram a evolução dessa grande cidade. De brinde, você ainda passa por um lindo jardim interno.

Musée Carnavalet

Musée Carnavalet

Musée de la Préfecture de Police

Já imaginou como seria a versão brasileira de um museu dedicado apenas à polícia federal? Seria, no mínimo, bem divertido. Em Paris, essa ideia foi concebida no remoto ano de 1909 pelo chefe da polícia Louis Lépine e expõe um pouco da rotina de trabalho entre os séculos 19 e 20, algo como uma versão francesa de um misto de CSI antigo e Sherlock Holmes.

Musée du Quai Branly oj

Outro museu inaugurado em meados dos anos 2000, o Musée du Quai Branly fica em um prédio lindo e bem contemporâneo que só por esse motivo – e pelo restaurante Les Ombres, que guarda uma vista deslumbrante para a Torre Eiffel -, já valeria a visita. No quesito acervo, ele possui obras dos quatro cantos do mundo e sempre tem mostras temporárias incríveis. Vale conferir.

Compartilhe
22
Natalie Soares
Siga-me no

Natalie Soares

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Pós-graduada em Mídias Sociais pela FAAP, é autora do blog de viagem e tecnologia Sundaycooks e fundadora da ABBV (Associação Brasileira de Blogs de Viagem). Atualmente trabalha como editora de conteúdo online e vive fazendo planos para a próxima viagem.
Natalie Soares
Siga-me no

Últimos posts por Natalie Soares (veja todos)