Os melhores roteiros de bicicleta pela Europa

Se empolgou com a onda das ciclovias em São Paulo? Já pensou em estender essa atividade de lazer e esporte e transformá-la em meio de locomoção no seu roteiro de viagem pela Europa? Por lá, isso já é um velho hábito e muitos países estimulam esse tipo de passeio. Aí vão algumas sugestões de destinos para você despachar a magrela e sair pedalando por aí. E o melhor de tudo: são lugares belíssimos e muito seguros para viajar com a bike.

Copenhagen, Dinamarca

Mais da metade dos moradores de Copenhagen saem todos os dias com suas magrelas pedalando para o trabalho ou para a escola, e existem vários lugares onde os turistas podem alugá-las. Até uma ponte exclusiva para ciclistas já foi inaugurada na cidade.

O canal em Nyhavn  é uma ótima área para percorrer de bicicleta em Copenhagen

O canal em Nyhavn é uma ótima área para percorrer de bicicleta em Copenhagen

A infraestrutura e os hábitos locais fazem de Copenhagen uma das grandes referências em termos de ciclismo urbano. Se você ainda não tem coragem de fazer um grande roteiro de bicicleta pela Dinamarca, talvez conhecer essa bela cidade apenas pedalando seja um ótimo ponto de partida. Mas, se essa for sua intenção, reserve sua viagem para o verão! No inverno, o frio impiedoso vai dificultar muito a sua vida.

A cidade é pequena e plana, e você pode conhecê-la inteirinha de bicicleta. Nas suas andanças, não deixe de passar por Nyhavn (ou “Porto Novo”), onde você pode percorrer o canal e tirar lindas fotos de um dos pontos mais emblemáticos de Copenhagen. Vale também conhecer a comunidade autônoma de Christiania, que existe desde os anos 1970.

Também não deixe de dar um pulo nos principais pontos turísticos, como castelo de Rosenborg, a cidadela de Kastellet, o Palácio Real, a Igreja de Mármore e a Torre Redonda.

Amsterdã, Holanda

Conhecida como o paraíso da bicicleta, Amsterdã tem mais de 402 quilômetros de ciclovias. Por isso, as bikes são uma maneira perfeita de passear pela cidade, tanto para aqueles habituados com as duas rodas quanto para os que não costumam pedalar.

Em cima de uma bike, você se sentirá de casa em Amsterdã

Em cima de uma bike, você se sentirá de casa em Amsterdã

Assim como Copenhagen, Amsterdã é uma cidade plana e você pode percorrê-la inteira de bicicleta. Não deixe de incluir no seu roteiro um grande passeio ao longo do Prisengracht, o principal canal da cidade – e deixe-se perder sem medo pelos canais menores. Para uma manhã ou tarde de natureza e tranquilidade, visite o delicioso Vondelpark. Estique até o simpático bairro de Jordaan e termine tirando fotos na Museumplein.

Com tempo entre uma pedalada e outra, “estacione” a magrela e faça os tradicionais passeios pelo museu nacional, o museu da cervejaria Heineken e a Casa de Ann Frank. A cidade é pequena, mas vale reservar alguns dias em um bom hotel para conhecê-la com calma.

Vale do Loire, França

Essa é uma das regiões na França mais procuradas por quem gosta desse estilo de viagem. Mais de 700 mil ciclistas passam pelo vale pedalando a cada ano, e esse número é o resultado da soma de um belo cenário e uma infraestrutura perfeita para recebê-los. A rota é quase toda plana, sem grandes elevações, e passa pelos grandes cartões postais da região, como os castelos de Chenonceau, Chambord, Amboise e Chinon.

Castelos incríveis e jardins coloridos esperam por você e sua magrela no Vale do Loire

Castelos incríveis e jardins coloridos esperam por você e sua magrela no Vale do Loire

Outra boa notícia para os ciclistas que viajam para lá: os hotéis do Vale do Loire têm estacionamento para as magrelas, e restaurantes e atrações turísticas já estão acostumados a receber todo mundo com roupas esportivas. Você também encontrará vários pontos de assistência ao longo do caminho.

Toscana, Itália

Um circuito de 240 quilômetros pela Toscana parte de Chianti e passa por cenários deslumbrantes, como a cidade de Siena e o parque Val d’Orcia. No roteiro dessa cicloviagem, ainda é possível parar e degustar os famosos vinhos toscanos – mas, depois disso, vale a pena tirar uns momentos para descansar para evitar qualquer contratempo. Outro ponto alto do trajeto é uma parada na Abbazia di Monte Oliveto Maggiore, onde vivem cerca de 20 monges.

Paisagens bucólicas e muita natureza fazem da região de Chianti, na Toscana, a rota perfeita para uma trip de bicicleta

Paisagens bucólicas e muita natureza fazem da região de Chianti, na Toscana, a rota perfeita para uma trip de bicicleta

A viagem vale o esforço e, para amenizar o cansaço de pedalar em áreas mais íngremes, aproveite um piquenique caprichado às margens do lago Trasimeno e conheça os mercados das cidadezinhas medievais para desfrutar dos ares românticos que só a Toscana tem.  Na hora do descanso, hotéis lindos e confortáveis na região de Chianti não vão faltar.

O caminho de Santiago de Compostela, Espanha

Já deve ter passado pela sua cabeça em algum momento fazer o tradicional e místico Caminho de Santiago de Compostela, certo? E você já considerou fazer essa peregrinação de bicicleta? Eu sei que a versão original é feita caminhando, mas também é possível aproveitar esse roteiro pedalando.

Essa estradinha de terra, com a paisagem verde lá no horizonte, é ou não é um convite a um passeio de bike?

Essa estradinha de terra, com a paisagem verde lá no horizonte, é ou não é um convite a um passeio de bike?

Comece o percurso em Saint Jean Pied de Port e termine, é claro, em Santiago de Compostela. Não deixe de conhecer também os vilarejos antigos, como Roncesvalles, Estella, Logroño, Alesanco, Burgos e Foncebadón, onde você vai cruzar com castelos, catedrais, mosteiros e outros cenários inesquecíveis.

Alemanha

Uma vez entrevistei alguns dos mais importantes cicloativistas do Brasil para perguntar sobre roteiros e dicas para quem queria viajar pela Europa de bike. A minha maior surpresa ao receber as respostas foi perceber que todos eles indicavam a Alemanha como o melhor país para se conhecer pedalando – o país tem cerca de 70 mil quilômetros de ciclovias!

Munique, capital da Baviera, é uma das cidades mais bike friendly da Alemanha (Crédito da foto: Natalie Soares)

Munique, capital da Baviera, é uma das cidades mais bike friendly da Alemanha (Crédito da foto: Natalie Soares)

Todos afirmaram que a Alemanha tem a melhor estrutura para esse tipo de roteiro, que todos são muito solícitos com os ciclistas e o melhor de tudo: que muitas rotas não têm grandes subidas e são bem planas.

Muitos dos roteiros turísticos tradicionais podem ser feitos de bicicleta, como é o caso da Rota Romântica e da Rota dos Castelos. A região da Baviera, cuja capital é a linda Munique, também reserva ótimos cenários para quem está a fim de desbravar a Alemanha sobre duas rodas. Caso você ainda não conheça o país e queira começar pela capital Berlim, não tem problema: a cidade também é super bike friendly.

A Alemanha é um país grande, mas, se você é um ciclista experiente, pode abrir o mapa, escolher suas cidades favoritas e traçar o roteiro para a sua “cicloaventura”. É só reservar as passagens e cair na estrada. 🙂

Natalie Soares
Siga-me no

Natalie Soares

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Pós-graduada em Mídias Sociais pela FAAP, é autora do blog de viagem e tecnologia Sundaycooks e fundadora da ABBV (Associação Brasileira de Blogs de Viagem). Atualmente trabalha como editora de conteúdo online e vive fazendo planos para a próxima viagem.
Natalie Soares
Siga-me no

Últimos posts por Natalie Soares (veja todos)