“Mas você ainda não conhece a Argentina?”

“Mas você ainda não conhece a Argentina?”

Se você é daqueles que morrem de vergonha com a pergunta do título, não se preocupe, pois hoje falarei sobre o que é essencial saber antes de viajar para a terra dos los hermanos (os originais). 🙂 Segundo maior país da América do Sul, a Argentina, que também é conhecida como a “Europa Latina”, reúne paisagens incríveis para todas as épocas do ano: da badalação cosmopolita de Buenos Aires ao ar bucólico dos vinhedos de Mendonza, dos áridos canyons da Quebrada de Humahuaca às brancas geleiras da Patagônia.

O clima temperado, com estações bem definidas, ajuda bastante o turista que geralmente tem dificuldade em fazer as malas antes de viajar (eu). A temperatura média dia anual é de 18°C e,  se você mora nas regiões Sudeste/Sul do Brasil, não vai achar o clima tão diferente: frio gelado, chuva e granizo no inverno; verão super quente com sol a pino e clima úmido; e as variações nos demais períodos. 🙂

 

Para entrar

Devido a um acordo de fronteira aberta, um visto não é necessário para entrar na Argentina. Você só precisa levar o seu novo RG. Nem pense que passará pela imigração com sua habilitação de motorista, documento que muitas vezes usamos para identificação. A primeira vez que fui à Argentina, levei apenas a minha CHN e a sorte é que eu estava com o RG antigo. Ainda assim, quase não entro! Por via das dúvidas, se tiver, leve seu passaporte.

 

Para chegar

A Argentina disponibiliza 33 aeroportos por todo o país, porém, o ponto de chegada mais comum é por Buenos Aires, a capital, com dois aeroportos: o Internacional Ministro Pistarini de Ezeiza, por onde a maior parte dos voos vindos de outros países chega e encontra-se a 22 km do centro de Buenos Aires; e o Aeroparque Jorge Newbery que, embora seja menor, recebe voos do Brasil, Uruguai, Chile e Paraguai. Além de estar apenas a 2 km do centro da cidade, os voos que saem do Brasil para lá costumam ser mais baratos. Passagem mais econômicas e ainda poder economizar no táxi? Pode ser um excelente negócio!

 

Para fazer o câmbio

A moeda dos portenhos é o Peso argentino, que hoje está valendo cerca de 44 centavos de Real. Uma sugestão que a Lu sempre me faz antes de viajarmos para lá é que pode ser mais vantajoso levar dólares. Explico: um peso equivale a 4,6 dólares, logo, se valer a pena comprar as verdinhas por aqui, você trocará por mais pesos por lá.

 

Para se locomover

Para dirigir, basta ter uma habilitação (CNH) válida e se aventurar pela Argentina, porém, lembre-se que em alguns lugares o tempo pode ser um pouco hostil, com neve e ventos, logo, fique de olho no tempo para saber se tem a experiência necessária. Andar de táxi é outra opção boa e barata, porém, toda atenção é necessária. Nada de pagar o motorista com notas altas e tenha sempre dinheiro trocado. Se preferir percorrer o país de ônibus, as principais empresas da Argentina são a Andesmar, a El Rápido International, a Chevalier, a Crucero Del Nortee a Via Bariloche. Ainda há a opção de viajar de trem, apesar de haver poucas linhas na Argentina. As principais empresas são a Trenes del Litoral,  TBA e Ferrobaires.

 

argentinaoquevcprecisasaber-obelisco.JPG

Para ter à mão

Uma informação importantíssima que nem todo viajante lembra é de sempre levar os telefones de emergência e do consultado anotados e guardados na carteira. Não podemos nunca contar com a sorte, logo, se algo acontecer e você precisar de assistência, tenha esses números sempre à mão:

 

Consulado Geral do Brasil

Rua Carlos Pellegrini, 1.363 – 5º andar – (54 11) 4199 9668  
Assistência consular para brasileiros: segunda à sexta, das 9h às 17h
Passaportes e atas notariais: segunda à sexta, das 9h às 15h

 

Polícia – 101

 

Delegacia do Turista

Avenida Corrientes, 436 – (54 11) 4346 5748/0800 999 5000      

Atendimento em espanhol, português, inglês, francês e ucraniano

 

Assistência ao Turista

0800 999 283887 (ligação gratuita)

Auxilia em casos de agressão, discriminação ou abuso. Atendimento em espanhol, português, inglês, italiano e francês.

 

Caso seus documentos sejam roubados ou perdidos na Argentina, vá até a delegacia mais próxima, registre um boletim de ocorrência e siga para o Consulado Geral do Brasil, onde uma Autorização de Retorno ao Brasil (ARB) será emitida para você. Caso o Consulado esteja fechado, basta ligar no Consulado.

Pronto, agora você já tem as informações básicas sobre o santuário do Tango, e poderá começar a fazer planos para se acabar nas deliciosas carnes e degustar um bom vinho nacional. Volto para dar ainda mais dicas sobre o básico do turista, sugestões sobre onde comer e muito mais.

Expedia Brasil

Expedia Brasil

Bem-vindos ao site Viajando com a Expedia - Aqui, você encontrará todas as dicas e conselhos de viagem da nossa rede de especialistas do mundo todo, além das novidades sobre as novas tendências de viagem e as ùltimas notìcias sobre os problemas enfrentados pela indùstria do turismo. Viajando com a Expedia traz também milhares de informaçöes e recursos para que você possa desfrutar ao máximo de sua próxima viagem. Aproveite e explore o que a Expedia tem a oferecer!.
Expedia Brasil

Últimos posts por Expedia Brasil (veja todos)