Líbano: o que você precisa saber antes de viajar para lá

O Líbano foi o país que mais gostei de conhecer até hoje. Acredito que, dificilmente, outro lugar alcançará o topo da minha lista. É claro que eu tenho uma razão pessoal para isso: minha origem é libanesa e todos os costumes que aprendi quando criança, pude presenciar de pertinho. Mas não é só por isso! O Líbano é apaixonante e todas as pessoas que eu conheço que visitaram este país têm a mesma opinião que eu.

E olha que nem pudemos curtir o verão libanês, que dizem ser espetacular! Eu e a Ana chegamos na terra dos “brimos” em fevereiro, no alto inverno, numa noite de neve e vento gelado. O Líbano tem as estações do ano muito bem definidas: no verão, o negócio é curtir a praia num calorzão de 35 graus; no inverno, é se divertir na neve (muita neve), admirar a paisagem dos montes de topos branquinhos e curtir o aquecedor dos cafés do Hamra.

Se você pretende visitar o Líbano, a primeira coisa que você precisa saber é que brasileiros precisam de visto, sim, mas isso você pega no aeroporto lá de Beirute mesmo: basta preencher um formulário quando desembarcar e pegar a fila da imigração. Esta regra ainda está valendo, mas é sempre bom dar uma conferida com a embaixada ou com os consulados libaneses (www.libano.org.br), antes de partir.

Porém, se você tiver um carimbo de Israel em seu passaporte, pode preparar sua volta, pois ninguém lhe deixará adentrar o país. Brigas políticas, sabe como é!  E é exatamente por isso que vão olhar folha por folha do seu passaporte e lhe farão mil e uma perguntas no guichê. Não se assuste com isso, nem com os oficiais do exército nem com a bagunça que é o Aeroporto de Beirute. Ficamos receosas, mas depois entendemos que esse é o jeito dos libaneses. E, mesmo assim, eles são super acolhedores. Esses países que já passaram por muitos conflitos e guerras sempre têm uma política mais desconfiada para tratar os estrangeiros… Não se sinta intimidado. É compreensível.

Quando estiver planejando suas férias em Beirute, vale considerar algumas dicas. Assim que você chegar, pode pegar um taxi para o seu hotel. Sugiro que você se hospede ou no Hamra ou em Raouché, dois dos bairros mais famosos, badalados e agitados de Beirute (procure seu hotel em Beirute aqui no Expedia). Hamra está lotado de cafés, bares, lojas de roupas e tem bastante coisa pra ver e fazer. Das ruas de Raouché dá pra ver a imensidão do azul das águas o que torna ainda mais especial pelo fato da avenida da praia não ser no nível do mar. Por ali ainda vale a pena esperar para apreciar o pôr do sol de algum restaurante da orla ou fazer o tradicional passeio de barco que sai da Pigeons’ Rock e passa por baixo da pedra maior.

Um taxi do aeroporto para estes locais deverá custar em torno de 25 dólares. Como os taxistas saberão que você é turista, tentarão vender o caminho por muito mais. Até 35 dólares é tranquilo. Ah, sim! Não há taxímetro no Líbano! Todas as corridas devem ser combinadas anteriormente. Mas não se acanhe, os taxistas costumam ser bem honestos. Só não se esqueça: eles são árabes e adoram negociar! 😉

Peça-os para lhe levar a outras cidades. Não dá pra resumir o Líbano em sua capital: o país tem lugares incríveis que não podem deixar de ser vistos. As ruínas da pequena cidade de Jbeil, a 38 km da capital, por exemplo, é apenas uma das opções. Mas isso é assunto para outro post, certo?

Beirute em Líbano

Uma vista da cidade Beirute.

De uma certa forma, a região como um todo impressiona pelo contraste dos modernos edifícios envidraçados com os velhos prédios que resistiram a tantos anos de bombardeios na antiga colônia francesa. Uma boa opção de roteiro pode ser começar pelo centro de Beirute e conhecer a Mesquita Al Omari e a torre do relógio (Place d’ Etoile), que é o ponto central da cidade. A noite na capital é também animada. Os bares e boates da rua Monot no bairro Achrafiyé fazem a alegria da galera. No bairro Mar Michael, apesar de ser uma área mais industrial, a vida noturna também é concorrida. Vale a pena conhecer a balada na estação de trem.

Por fim, não se preocupe com o idioma local! Quase todas as pessoas (90% delas) sabem falar inglês e francês. E, é claro, todas entenderão suas mímicas. 😉

Boa viagem!
Beijos,

Luciana Sabbag

Expedia Brasil

Expedia Brasil

Bem-vindos ao site Viajando com a Expedia - Aqui, você encontrará todas as dicas e conselhos de viagem da nossa rede de especialistas do mundo todo, além das novidades sobre as novas tendências de viagem e as ùltimas notìcias sobre os problemas enfrentados pela indùstria do turismo. Viajando com a Expedia traz também milhares de informaçöes e recursos para que você possa desfrutar ao máximo de sua próxima viagem. Aproveite e explore o que a Expedia tem a oferecer!.
Expedia Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *