La Paz, a capital mais alta do mundo

La Paz, na Bolívia, é a capital mais alta do mundo. Demora um tempo para a maioria das pessoas se acostumarem com a altitude, especialmente quando se chega de avião.

A cidade tem mais de 120 empresas de turismo e o turismo como indústria está crescendo imensamente. Isto é em parte devido ao esforço do governo em financiar projetos para tornar a cidade mais limpa e mais atraente. Portanto, na hora de compra um pacote para La Paz, faça uma boa pesquisa que você poderá obter bons descontos.

Há algumas atrações principais na cidade, o suficiente para ocupá-lo durante um dia ou mais, incluindo alguns museus, mercados ao ar livre e excursões guiadas.

Comece visitando a Plaza Murillo. Esta praça é dedicada a Don Domingo Murillo, líder da revolução de 1809. No meio da praça há um monumento que imortaliza a memória dos combatentes mortos na revolução. Ao redor da praça encontra-se o Palácio do Planalto, a casa do congresso e a catedral. Dentro da Catedral você poderá conhecer o Museu de Arte Sacra.

A Catedral da Nossa Senhora da Paz foi construída no ano de 1831 em estilo neoclássico. As colunas interiores que suportam o edifício são em estilo coríntio e a planta da igreja foi feita por Antonio Camponovo.

O Templo de Santo Domingo tem uma fachada barroca feita inteiramente de madeira e data do século 17. O interior foi decorado no século 19 em estilo neoclássico e é um exemplo muito interessante de igreja.

O Mercado de Brujas tem tudo o que você precisa em relação aos remédios tradicionais, bem como bijuterias artesanais, que são algumas das melhores da área. Ele fica localizado na zona colonial da cidade e você vai se surpreender com o que você pode encontrar lá.

Para aqueles que não estão acostumados a barganhar, La Paz é um bom lugar para experimentar. Se o preço de um produto é de 80 pesos bolivianos, você pode negociar é pedir abaixo de 50 pesos bolivianos ou menos. Negociar faz parte da cultura boliviana.

Não deixe de experimentar também a gastronomia local. A culinária boliviana tem as suas raízes em uma variedade de origens culturais e é uma mistura de sabores espanhóis e nativos.

Anterior Kilkenny, pequena cidade medieval no sul da Irlanda
Próximo Figueres – a pacata cidade de Salvador Dalí

0 Comentários

Ainda sem comentários

Deixe um comentário

Simple Share Buttons