Hotéis no meio da Floresta Amazônica que valem a viagem

Quem quer curtir a região amazônica com conforto pode se aventurar pelos bons hotéis existentes no meio da floresta. A maioria tem estrutura sustentável, emprega apenas pessoas locais, tem integração com a natureza e oferece diversos passeios nos arredores de onde fica. Mas deixe sempre um tempo livre para curtir o hotel, pois a infra-estrutura proporciona uma experiência inesquecível. Não são baratos, mas geralmente valem cada centavo.

É uma ótima oportunidade para se entregar a uma slow travel e se conectar um pouco com a natureza como poucas vezes temos oportunidade. Leve um bom livro e larga o ceular um pouco de lado. Seu cérebro e coração irão agradecer. O programa é ótimo para fazer a dois, em grupo ou em família. Entre várias opções, eu separei 4 para compartilhar com vocês:

A vista externa do Mirante do Gavião, estrutura completa no meio da floresta (Foto: Lalai Persson)

A vista externa do Mirante do Gavião, estrutura completa no meio da floresta (Foto: Lalai Persson)

A minha experiência foi no Mirante do Gavião, de onde eu não queria mais sair. O hotel é localizado em Novo Airão na margem do Rio Negro, próximo à reserva ecológica do Arquipélago das Anavilhanas. Foi inaugurado em 2014 e é um verdadeiro hotel design, cheio de conforto e com apenas 7 suítes, uma piscina, onde é possível passar o dia todo tomando bons drinks, e um ótimo restaurante/bar, além de possuir 3 mirantes, onde é possível assistir ao belo pôr-do-sol na região. É de tirar o fôlego. O hotel oferece 3 categorias de hospedagem: família, imitando casas em árvore, com capacidade para 6 pessoas; luxo, com varanda ampla, mesas, cadeiras e até um ofurô, para até 4 pessoas e o standard, que eu fiquei e tá mais pra luxo do que para o básico, para 3 pessoas. Os quartos são todos equipados com frigobar, ar-condicionado (necessário), cama king size. As janelas amplas e parte de estrutura de vidro permitem apreciar a bela vista em volta a partir do quarto. É possível contratar alguns passeios a partir de lá e mergulhar um pouco mais dentro do Rio Negro. Fiquei um fim de semana e confesso que mal queria sair do hotel de tão gostoso que ele é. O wi-fi funciona bem somente na recepção, por isso aproveita a viagem para desconectar. Tarifas a partir de R$ 775 por pessoa para 1 noite. Endereço: Rua Francisco Cardoso, s/n bairro Nsa Sra Auxiliadora, Novo Airão – Amazonas. Tel.: +55 92 33651644 / 994570308. 

Mais uma do Mirante do Gavião, os bangalôs são super charmosos

Mais uma do Mirante do Gavião, os bangalôs são super charmosos (Foto: divulgação)

O Anavilhanas Jungle Logde fica bem próximo ao Mirante do Gavião e é mais antigo. É também um um eco resort em meio à selva Amazônica. Os quartos tem boa parte das paredes feitas de vidro fazendo-o se sentir dentro da floresta (que de fato você está). O serviço é impecável e, assim como na maioria dos hotéis desse estilo, há um respeito grande pela natureza. O hotel conta com uma mini biblioteca com livros de história, folclore e também sobre a flora e fauna local. O hotel conta com piscina, mirante, bar, loja de artesanato local, restaurante e um flutuante com deck para o Rio Negro. Sinal wi-fi também só na recepção. São 16 chalés e 4 bangalôs superiores, ambos para até 3 pessoas, e 2 bangalôs panorâmicos com vista para a floresta que acomodam até 4 pessoas. Os pacotes são para um mínimo de 2 noites. Tarifas a partir de R$ 2.400,00 por pessoa para 3 dias e 2 noites, incluindo traslado ida/volta de Manaus. Endereço: Rodovia Am 352 – Km 1 – Igarapé Do Monteiro | S/ Numero, Novo Airão. Tel: + 55 92 3622-8996

Área externa do Anavilhanas (Foto: Marcelo Isola)

Área externa do Anavilhanas (Foto: Marcelo Isola)

O Uacari Lodge acumula prêmios diversos de melhor hotel da Amazônia e América do Sul. Assim como os dois anteriores, a estrutura do hotel é sustentável, mas com acomodações mais modestas, porém também esbanja charme do seu jeito. A diferença é que ela tem uma administração compartilhada pela comunidade, que tem por finalidade gerar renda aos moradores locais e contribuir para a conservação de recursos naturais. A pousada fica na Reserva Mamirauá, também no estado do Amazonas, mas às margens do Rio Solimões. Uacari flutua tranquilamente sobre as águas com seus 5 bangalôs com 2 suítes cada com capacidade para receber 24 hóspedes. Cada suíte possui varanda de frente para o rio, com vista para a floresta, além de ter um pequeno deck como área comum de descanso, restaurante, bar, sala de vídeo e uma biblioteca. Para chegar lá é necessário voar até Tefé e fazer o transfer de barco. Oferece pacotes que possibilitam explorar a região. Para quem vai de São Paulo ou cidades mais distantes, o ideal é ficar pelo menos 4 noites na pousada, pois a viagem é bem cansativa. Tem wi-fi, mas o sinal é “daquele jeito”, ou seja, não conte muito com isso. Endereço: Canal do lago Mamiraua- Margem Direita – S/N – Reserva de Desenvolvimento Sustentavel Mamiraua, Tefé – AM. Reservas: (97) 3343-4160

Quarto do Uacari (Foto: Rafael Forte)

Quarto do Uacari (Foto: Rafael Forte)

Já em Mato Grosso a ótima opção para uma imersão na floresta é o Cristalino Lodge, que faz você se sentir num programa da National Geographic, especialmente se você ama bird watching. O hotel está localizado em meio à uma Reserva Particular do Patrimônio Nacional no sul da Amazônia brasileira às margens do Rio Cristalino. Também coleciona alguns prêmio, em especial pela experiência autêntica que proporciona assim como o comprometimento sócio-ambiental e o turismo responsável que pratica. São 18 acomodações entre apartamento standard e bangalô especial, que acomoda até 4 pessoas e tem uma bela banheira ao ar livre. O hotel conta também com restaurante, bar, sala de leitura, deck flutuante e oferece uma gama de atividades de canoagem a programa de fotografia e workshop de culinária. Para chegar lá é necessário um voo para Floresta Alta, Mato Grosso, onde um transfer leva o viajante até o hotel numa viagem de 2 horas. Tem wi-fi. Se você gosta de luxo, conforto e imersão total na natureza, essa viagem é para você. Endereço: Rio Cristalino, Alta Floresta, Mato Grosso. Reservas: (66) 3521-1396. Tarifas a partir de R$ 960 por pessoa/noite

Deck flutuante do Cristalino Lodge

Deck flutuante do Cristalino Lodge (Foto: divulgação)

Autor

Lalai Persson

Lalai Persson é DJ e produziu festas por 5 anos em São Paulo, trabalhou por 10 anos com publicidade, é uma das co-fundadoras da agência Remix Social Ideas, além de ser curadora da área de música de eventos como youPIX e Campus Party. É blogueira desde o início de 2000 e em 2013 criou o Chicken or Pasta, site de lifestyle de viagens. Atualmente está na estrada sempre que possível.

Anterior As melhores rotas para viajar de trem no Canadá
Próximo 10 incríveis cidades de praia do Brasil

0 Comentários

Ainda sem comentários

Deixe um comentário