Entrevista do mês: viajando para Madri com a Patrícia do Turomaquia

Madri é um dos destinos mais charmosos e interessantes de toda Europa. Num ótimo contraponto à vibrante Barcelona, a capital da Espanha sempre despertou o interesse do viajante brasileiro e hoje está mais jovem e cheias de atrativos do que nunca. É uma cidade para curtir sem pressa, sem olho no relógio e com um único objetivo: encontrar um bar de tapas que tenha a cara das suas férias!

Para transformar ainda mais sua experiência na cidade, bati um papo com a Patrícia Camargo, do blog Turomaquia, que entende tudo sobre Madri. Ela mora na Espanha há muitos anos e desde então publica frequentemente dicas fresquinhas do país no seu blog. É uma fonte inesgotável de dicas certeiras para quem tem planos de viajar pela região.

Madri conta com muitos parques e atrações ao ar livre

Madri conta com muitos parques e atrações ao ar livre

Viajando com a Expedia: O que não pode ficar de fora de um roteiro por Madri?

Blog Turomaquia: Acho um pecado deixar de fora o Museu do Prado e o Reina Sofía, onde estão “Las Meninas” de Velázquez e “Guernica”, de Picasso, mas se você ainda não for muito louco por museu, escolha ao menos um. Ambos oferecem horários em que a entrada é gratuita, ou seja, não tem desculpa!

Madri é daqueles destinos que está para “comérselo”, se não der para ir no triplamente estrelado Davi Muñoz, vá no StreetXo, o “low cost” do chef que é todo um espetáculo. Descole um lugar na barra e veja o show do pessoal da cozinha. O StreetXo fica no espaço – Gourmet Experience – onde convivem outros dois chefs com estrelas Michelin, Roberto Ruiz e Jordi Roca. O primeiro te propõe uma viagem à gastronomia mexicana e o outro aos sorvetes mais loucos e maravilhosos, incluindo um picolé com a cara do Darth Vader.

Dentro do belo Museu do Prado

Dentro do belo Museu do Prado

Viajando com a Expedia: Quais são seus bares e restaurantes favoritos na cidade?

Blog Turomaquia: Um zilhão (risos!). Da nova geração e fora do circuito mais turístico, o Perrachica, com cozinha ininterrupta e lindo de morrer. A Sala de Despiece, que recebe este nome pelos produtos-estrela e porque recria o ambiente de um açougue, e o Mercado de Vallehermoso, que recentemente abriu postos de bares e restaurantes. O mercado fica em Chamberrí e os bares se misturam com os antigos postos de verduras, carnes e peixes. Pra quem curte queijo, a recomendação por lá é o Rocklette.

Entre os clássicos, um drink no Museu Chicote na Gran Vía, que já recebeu nomes como Sofia Loren, Gregory Peck, Onásis e Frank Sinatra, comer “huevos rotos” na Casa Lúcio, que aliás é um dos meus pratos favoritos e leva batata-frita, ovos e “jamón serrano”. Ou quem sabe algo simples e divino, um sanduíche de lula frita no El Brillante, atrás do Museu Reina Sofía.

O tradicional sanduíche de lulas fritas do El Brillante

O tradicional sanduíche de lulas fritas do El Brillante

Viajando com a Expedia: Quais programas diferentes você indica para quem já conhece a cidade?

Blog Turomaquia: No centro, junto a Puerta del Sol, a visita ao pouco conhecido, Monasterio de las Descalzas Reales. Na vibe dos museus, o Museu do Romanticismo é ótimo (e tem um café dos sonhos) e o Museu Sorolla, para alucinar com a obra do impressionista espanhol. O mais genial é que o museu se encontra na casa do próprio artista.

Ainda no tema museus, vale a visita ao Thyssen que é ótimo porque tem obras (boas!) da Idade Média à contemporaneidade, portanto, é uma forma de passar os olhos rapidamente por mais ou menos 800 anos de história da arte. Nas segundas-feiras, das 12h às 16h o museu tem entrada gratuita.

Alugar uma bike junto ao mais novo parque da cidade, inaugurado em 2011. É um passeio para todas as idades e condicionamentos físicos, já que todo percurso é plano. Uma oportunidade para ver o estádio do Atlético de Madrid e o centro cultural Matadero.

O Thyssen em Madri

O Thyssen em Madri

Viajando com a Expedia: Quantos dias são recomendáveis para aproveitar o melhor da cidade?

Blog Turomaquia: Uma vida! Toda vez que passo pela cidade, umas 5 ou 6 vezes por ano, tem uma novidade gastronômica ou uma exposição temporária de arte da categoria imperdível. Mas para quem visita pela primeira vez, para conhecer o básico do básico e sem nenhuma escapada, pense em 3 ou 4 dias.

Viajando com a Expedia: Qual é a sua região favorita em Madri? Ou o que sempre te faz voltar à cidade?

Blog Turomaquia: O bairro de Salamanca, não pelas lojas estilosas ou coisas do gênero, mas pelas ruelas arborizadas e com cara de interior. É meu bairro perfeito: do lado do burburinho, mas com pinta de tranquilo.

Sempre volto a Madri porque é aquela Espanha que eu amo, castelhana até o último fio de cabelo. E sempre me pergunto, como alguém pode não retornar para a cidade que abriga “Guernica” e “Las Meninas”?

Natalie Soares
Siga-me no

Natalie Soares

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Pós-graduada em Mídias Sociais pela FAAP, é autora do blog de viagem e tecnologia Sundaycooks e fundadora da ABBV (Associação Brasileira de Blogs de Viagem). Atualmente trabalha como editora de conteúdo online e vive fazendo planos para a próxima viagem.
Natalie Soares
Siga-me no

Últimos posts por Natalie Soares (veja todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *