Compartilhe
0

Dez viagens do sonho para levar sua bicicleta com você

É bacana ver muitos amigos adotando um novo estilo de vida e trocando horas entediantes parados no trânsito das metrópoles por rotas de bicicleta. Um hábito comum para muitas cidades do hemisfério Norte tem transformado a nossa vida e a maneira como nos relacionamos com nossas cidades e comunidades locais. É claro que ainda temos um grande caminho a percorrer, mas já demos o primeiro passo, ou seria a primeira pedalada?

Ficou empolgado e quer cair na estrada em cima da sua companheira de aventuras? Então aí vão 10 roteiros bem legais para quem curte pedalar e viajar.

Os modelos das bikes estão cada vez mais variados e podem ter cestinhas para levar a mochila ou mesmo uma compra de mercado, perfeito para quem viaja

Os modelos das bikes estão cada vez mais variados e podem ter cestinhas para levar a mochila ou mesmo uma compra de mercado, perfeito para quem viaja

Vancouver, Canadá

Além de ser uma das cidades mais bonitas do Canadá e com índices de qualidade de vida de dar inveja a muitas metrópoles, Vancouver também é muito bike-friendly. Entre as várias áreas verdes, como o Stanley Park, e a região da costa, viajar com sua magrela é muito fácil. Ao redor da cidade, ainda é possível encontrar algumas trilhas entre os parques nacionais. Outra cidade canadense que compete lado a lado com Vancouver no quesito roteiro de bike é Calgary, na Província de Alberta.

Vancouver tem muitas áreas abertas para pedalar

Vancouver tem muitas áreas abertas para pedalar

Berlim, Alemanha

Muitas vezes, ao pensarmos em roteiros de bicicleta, a Holanda é o primeiro país que nos vem à mente. Mas quem também bate um bolão nesse quesito é a Alemanha. O país tem várias rotas para quem gosta de pedalar e conta com uma infraestrutura única. Um exemplo disso é Berlim que, mesmo sendo uma das cidades mais cosmopolitas do país, estimula que sua população troque seus próprios veículos pelas inúmeras ciclovias da cidade. Querendo prolongar seus dias no país, considere fazer a Rota Romântica, que cruza várias cidades históricas e castelos, e é muito procurada por quem gosta de viajar de bicicleta.

No centro de Berlim é possível fazer um roteiro inteiro de pontos históricos em um percurso de bicicleta

No centro de Berlim é possível fazer um roteiro inteiro de pontos históricos em um percurso de bicicleta

Amsterdã, Holanda

Figurinha carimbada das listas de destinos bons para pedalar, Amsterdã concentra um dos maiores números de bicicleta por habitantes. Fotografar os estacionamentos de bikes e suas diferentes caracterizações é um dos programas favoritos de quem passa por lá. Aliás, já pensou em trazer a sua para pedalar à beira dos canais mais conhecidos do país e, quem sabe, esticar essa pedalada até as cidades vizinhas ou visitar os campos de tulipas e os grandes moinhos de vento?

Na terra das bicicletas, é preciso ter cuidado ao andar pelos canais, uma sempre pode atravessar seu caminho

Na terra das bicicletas, é preciso ter cuidado ao andar pelos canais, uma sempre pode atravessar seu caminho, por isso, vá de bike também

Washington, Estados Unidos

Entre museus e a casa temporária do Obama, Washington é um destino ótimo para quem gosta de pedalar. Toda plana e bem sinalizada, a capital dos EUA tem incentivado sua população e consequentemente seus visitantes a optarem pelas duas rodas. A Pennsylvania Av – que dá acesso ao Capitólio e é uma das maiores avenidas da cidade – é um símbolo desse novo momento. Aliás, o Google Maps mostra que as principais ruas que dão acesso aos pontos turísticos de DC já estão todas adaptadas para os ciclistas.

Com tours já mapeados para ir de bicicleta, a capital americana cria uma nova atração na cidade

Com tours já mapeados para ir de bicicleta, a capital americana cria uma nova atração na cidade

Sydney, Austrália

Difícil vai ser conseguir se concentrar no caminho com tantos cenários lindos ao seu redor. Da Opera House até Bondi Beach, Sydney é uma bela cidade para se conhecer pedalando. Além do sol brilhar praticamente o ano todo, o trânsito é muito organizado e todos estão acostumados com quem anda de bicicleta. Quem sabe você não se empolga e ainda a leva para outros destinos como Melbourne ou Adelaide?

Os bike tours funcionam super bem em todo o mundo e em Sydney fazem um dos roteiros mais bonitos, pela orla oceânica

Os bike tours funcionam super bem em todo o mundo e em Sydney fazem um dos roteiros mais bonitos, pela orla oceânica

Viena, Áustria

Dos grandes palácios da aristocracia austríaca, outra maneira de dançar uma valsa sobre rodas é conhecer as belezas e os encantos de Viena pedalando. Tudo é muito organizado por lá: da limpeza de suas ruas à sinalização, é tranquilo se localizar e ainda não requer muito esforço, a cidade é muito plana. Para entrar nesse clima especial, aproveite para fazer um piquenique nos jardins próximos ao Palácio de Schönbrunn ou no Palácio Belvedere.

As ruas de Viena para a curtição dos ciclistas

As ruas de Viena para a curtição dos ciclistas

Copenhagen, Dinamarca

Os países nórdicos são sempre referência no quesito mobilidade urbana e estrutura para ciclistas e Copenhagen é um exemplo disso. A tema é levado tão a sério por lá que foi montada uma estrutura exclusiva para atender as necessidades de grande parte da população que pedala diariamente rumo ao trabalho, escola ou a passeio.

A cidade é pequena e plana e você pode conhecê-la inteirinha de bicicleta. Nas suas andanças, não deixe de passar por Nyhavn (ou Porto Novo), onde você pode percorrer o canal e tirar lindas fotos de um dos pontos mais emblemáticos de Copenhagen. Vale também conhecer a comunidade autônoma de Christiania, que existe desde os anos 1970. Não deixe de dar um pulo nos principais pontos turísticos, como castelo de Rosenborg, a cidadela de Kastellet, o Palácio Real, a Igreja de Mármore e a Torre Redonda.

Copenhagen, onde as bikes são pra todos

Copenhagen, onde as bikes são pra todos

Lyon, França

Lyon, na França, também alimenta uma ótima relação com quem gosta de pedalar e transformou isso num hábito social. Vários tours de bicicleta são oferecidos na cidade, onde também foi implementado um sistema de transporte público baseado no compartilhamento das magrelas chamado Vélo’v, o primeiro desse tipo a ser lançado e depois muito copiado em diversas cidades do mundo. Aliás, fique de olho nesse nome: você ainda vai ouvir falar muito dessa cidade como o próximo destino queridinho dos brasileiros na França.

Vélo'v, é, tudo começou por aqui, transporte público com bikes

Vélo’v, é, tudo começou por aqui, transporte público com bikes

Barcelona, Espanha

Só não vale misturar muitos drinks e sangrias com o pedal. Barcelona é pura vida ao ar livre! Entre as grandes obras de Gaudí e as construções modernas que revitalizaram muitos bairros e a sua costa, a cidade vem se reinventando nos últimos anos. Dá pra pegar praia, provar sabores regionais nos mercados de rua e ainda conhecer um pouco da história da Catalunha na companhia da magrinha.

Barcelona foi feita para ser percorrida de bike, pura vida ao ar livre

Barcelona foi feita para ser percorrida de bike, pura vida ao ar livre

Toscana, Itália

Um circuito de 240 quilômetros pela Toscana parte de Chianti e passa por cenários deslumbrantes, como a cidade de Siena e o parque Val d’Orcia. No roteiro dessa cicloviagem, ainda é possível parar e degustar os famosos vinhos toscanos – mas, depois disso, vale a pena tirar uns momentos para descansar para evitar qualquer contratempo. Outro ponto alto do trajeto é uma parada na Abbazia di Monte Oliveto Maggiore, onde vivem cerca de 20 monges.

Para amenizar o cansaço de pedalar em áreas mais íngremes, aproveite um piquenique caprichado às margens do lago Trasimeno e conheça os mercados das cidadezinhas medievais para desfrutar dos ares que só a Toscana tem.

É, não é difícil pedalar com esta vista certo? Florença lá embaixo e rotas especiais para bikes pela Toscana já existem, é só aproveitar

É, não é difícil pedalar com esta vista certo? Florença lá embaixo e rotas especiais para bikes pela Toscana já existem, é só aproveitar

Compartilhe
0
Natalie Soares
Siga-me no

Natalie Soares

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Pós-graduada em Mídias Sociais pela FAAP, é autora do blog de viagem e tecnologia Sundaycooks e fundadora da ABBV (Associação Brasileira de Blogs de Viagem). Atualmente trabalha como editora de conteúdo online e vive fazendo planos para a próxima viagem.
Natalie Soares
Siga-me no

Últimos posts por Natalie Soares (veja todos)