Destinos baratos para viajar pela Europa

Eu sei que a variação do câmbio tem deixado muita gente preocupada e até mesmo cogitando cancelar suas próximas férias. Porém, com tantas promoções de passagens áreas que andam pipocando por aqui, é impossível resistir à tentação e não embarcar numa viagem bacana.

Se você sonha em passar alguns dias no velho continente, saiba que existem várias opções de roteiro viáveis e que não maltratam seu bolso. Por isso, separamos algumas sugestões de cidades baratas da Europa para você curtir suas próximas férias sem peso na consciência.

De maneira geral, países como Portugal e Espanha costumam ter um ótimo custo benefício para o viajante. As opções de hospedagem são mais em conta, as atrações não são muito caras e as refeições são bem acessíveis. Investindo um pouco mais de tempo na etapa do planejamento, é possível gastar pouco viajando por esses dois países.

Eu acrescentaria a essa lista de destinos baratos outro país que leva uma fama muito injusta na mente do brasileiro: a Alemanha. Diferentemente de França, Itália ou Inglaterra, é super possível viajar pela terra da cerveja gastando relativamente pouco. Como? Pesquisando descontos nos passes turísticos (em geral, na Alemanha, eles costumam ser bem vantajosos), comprando os tickets de trem com antecedência para garantir as tarifas mais baratas e poupando na alimentação que, aliás, é um dos fatores mais legais do país: é possível comer muito bem gastando menos de 20 euros por refeição.

Outra região econômica e pouco explorada por nós é a Península Balcânica. Todo mundo que eu conheço que viajou para países como Albânia, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Macedônia, Montenegro e Sérvia voltou muito encantado com as belezas dos lugares, as tradições e culturas diferentes – e se surpreendeu com o fator preço. Por serem destinos menos “conhecidos” dentro do turismo europeu, eles podem render roteiros com preços acessíveis e nem por isso menos interessantes. Dá para passar um mês inteiro rodando por esses países e ainda gastando bem pouco.

Vamos à lista de destinos baratos para viajar pela Europa que pode transformar as suas próximas férias em uma viagem inesquecível.

Sevilha – Espanha

Uma cidade que respira alegria durante todo ano é Sevilha, um lindo e econômico destino na Espanha. Você pode encontrar passagens aéreas e hotéis com preços bastante atrativos.

Uma cidade linda e de cultura rica como Sevilha está, sim, ao alcance do seu bolso; basta se planejar direitinho (Crédito da foto: Natalie Soares)

Uma cidade linda e de cultura rica como Sevilha está, sim, ao alcance do seu bolso; basta se planejar direitinho (Crédito da foto: Natalie Soares)

Procurando por lugares autênticos e baratos para curtir a noite, a Alameda Hércules é o lugar ideal; ela é cercada de bares e ainda guarda duas colunas com esculturas de Júlio César e Hércules, de 1574.

Outro sucesso da capital da Andaluzia é a famosa Torre del Oro, do século 13. Ela fazia parte do sistema defensivo da cidade e até hoje ninguém sabe ao certo a origem do seu nome. Alguns acreditam que representava um antigo azulejo com reflexos metálicos, enquanto outros garantem que sua função era servir como depósito de metais preciosos trazidos da América.

Alguns pontos turísticos não podem faltar no seu roteiro e o Real Alcázar é um deles (Crédito da foto: Natalie Soares)

Alguns pontos turísticos não podem faltar no seu roteiro e o Real Alcázar é um deles (Crédito da foto: Natalie Soares)

Considerada a maior catedral gótica do mundo e a maior de toda a Espanha, a Catedral de Sevilha é realmente outro marco importante da cidade. Seus detalhes arquitetônicos são impressionantes. E, bem próximo a ela, foi construído o Real Alcázar, uma obra do século 14 considerada a mais antiga residência real ainda em uso na Europa.

Lisboa – Portugal

Tida como uma das principais portas de entrada da Europa, Lisboa também é uma cidade barata para quem quer viajar pelo continente. Por conta da crise que o país enfrentou nos últimos anos, muitos restaurantes, hotéis e atrações mantiveram seus preços bem mais atrativos se comparados aos de outras grandes capitais europeias. Porém, muitas vezes, o viajante faz da cidade apenas um ponto de conexão para outros destinos e acaba perdendo muito do que essa bela e renovada cidade tem a oferecer.

A gente não cansa de repetir: Lisboa é maravilhosa e uma das melhores maneiras de conhecê-la é dando uma volta no clássico bonde (Crédito da foto: Natalie Soares)

A gente não cansa de repetir: Lisboa é maravilhosa e uma das melhores maneiras de conhecê-la é dando uma volta no clássico bonde

Para aproveitar com calma todos os programas de Lisboa, o ideal é reservar de quatro a cinco dias do seu roteiro. Se você pretende aproveitar sua localização privilegiada e conhecer outras regiões vizinhas, sugiro que você guarde mais alguns dias – Cascais e Setúbal são cidades próximas que você pode conhecer em um bate-volta.

Falou em cartão-postal em Lisboa, logo vem à mente a Torre de Belém, que compõe uma das paisagens mais tradicionais da capital portuguesa (Crédito da foto: Natalie Soares)

Falou em cartão-postal em Lisboa, logo vem à mente a Torre de Belém, que compõe uma das paisagens mais tradicionais da capital portuguesa

Anote a tradicional lista de cartões-postais que você não pode deixar de conhecer: Oceanário, Castelo de São Jorge, Convento do Carmo, Torre de Belém, Mosteiro dos Jerônimos e Museu Gulbenkian são alguns dos pontos imperdíveis em Lisboa.

Quer mais algumas dicas? Preparamos um roteiro incrível seguindo o caminho de Fernando Pessoa pela sua cidade lusitana do coração. Acho que você vai adorar. 😉

Budapeste – Hungria

Cenário de inúmeras batalhas e até de um livro do Chico Buarque, Budapeste geralmente entra no nosso radar quando começamos a planejar um roteiro que inclui Viena, Praga e Berlim – mas ela, por si só, já vale a viagem.

A vista é de tirar o fôlego e Budapeste é o tipo de cidade que conquista todos que passam por ela para sempre (Crédito da foto: Natalie Soares)

A vista é de tirar o fôlego e Budapeste é o tipo de cidade que conquista todos que passam por ela para sempre

A cidade, cortada pelo famoso rio Danúbio, se divide entre as regiões de Buda (centro histórico) e Peste (área mais moderna). É um belo destino europeu cuja arquitetura e história provocam olhares deslumbrados. Mas ela não é só um rostinho bonito, não; Budapeste também é uma cidade que não acaba com seu orçamento.

O parlamento húngaro está no topo da listinha de lugares que você não pode deixar de conhecer em Budapeste

O parlamento húngaro está no topo da listinha de lugares que você não pode deixar de conhecer em Budapeste

Entre tantos programas diferentes, os melhores passeios em Budapeste são: passar pelo Nagycsarnok, o tradicional mercado da cidade; fotografar a Chain Bridge (Ponte das Correntes), o Castelo de Buda e o Parlamento Húngaro, os cartões postais mais famosos em estilo gótico-barroco; visitar a Praça dos Heróis e por fim, conhecer a Basílica de São Estevão. Aproveite e dê uma olhadinha no nosso top 5 programas na capital da Hungria antes de planejar seu roteiro.

Palavra final para viajar pela Europa gastando pouco

Para economizar ainda mais, faça pequenas barganhas consigo mesmo, como trocar uma refeição por uma passadinha na feira ou no mercado do bairro, procurar os dias em que os ingressos nos museus são mais baratos, ou comprar passes que garantam descontos e substitua a corrida de táxi pelo transporte público local ou por uma boa caminhada.

Natalie Soares
Siga-me no

Natalie Soares

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Pós-graduada em Mídias Sociais pela FAAP, é autora do blog de viagem e tecnologia Sundaycooks e fundadora da ABBV (Associação Brasileira de Blogs de Viagem). Atualmente trabalha como editora de conteúdo online e vive fazendo planos para a próxima viagem.
Natalie Soares
Siga-me no

Últimos posts por Natalie Soares (veja todos)