Compartilhe
0

Das Sete Novas Maravilhas do Mundo, o Cristo Redentor

A lista das Sete Maravilhas do Mundo foi definida pelos gregos, por volta dos anos 200 a.C., e relaciona majestosas obras da Antiguidade. Das sete, apenas uma resiste até hoje: a grande Pirâmide de Quéops, no Egito. E como ninguém mais pode visitar os jardins suspensos da Babilônia, a estátua de Zeus em Olímpia, o templo de Ártemis em Éfeso, o mausoléu de Hallicarnasso, o colosso de Rodes, nem o farol de Alexandria, a fundação suíça New Open World resolveu criar a lista das Sete Novas Maravilhas do Mundo (ou Sete Maravilhas do Mundo Moderno), no ano de 2006.

A campanha New 7 Wonders não teve apoio da Unesco – órgão da Organização das Nações Unidas que se dedica ao patrimônio mundial –, mas contou com mais de cem milhões de votos através de celulares e da internet, enviados de todas as partes do mundo. Em 7 de julho de 2007, numa cerimônia no Estádio da Luz, em Lisboa, Portugal, foram divulgadas as novas maravilhas.

O primeiro anunciado foi a Grande Muralha da China. Na sequência, o monumento de Petra, na Jordânia, e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. Em quarto lugar ficou a cidade inca de Machu Picchu, no Peru, seguida pela pirâmide de Chichén Itzá, no México, pelo Coliseu de Roma e pelo Taj Mahal, na Índia.

Enumerando as maiores realizações da humanidade, foram escolhidos apenas monumentos de culturas já extintas, com exceção do Cristo Redentor, que pertence ao Cristianismo.

Considerado um dos símbolos da América Latina, o Cristo Redentor está localizado no topo do Morro do Corcovado, 740 metros acima do nível do mar, no bairro do Alto da Boa Vista, na cidade do Rio de Janeiro. O Cristo Redentor, que possui 38 metros de altura, sendo oito no pedestal e trinta na escultura, é a segunda maior estátua de Jesus no mundo, atrás apenas da Estátua de Cristo Rei, na Polônia.

Feito em pedra-sabão, o Cristo Redentor foi inaugurado no dia 12 de outubro de 1931, após cinco anos de obras. O projeto, considerado patrimônio histórico desde 1937, foi do engenheiro Heitor Silva Costa, com colaboração do escultor francês Paulo Landowski e desenho de Carlos Oswald.

Desde o ano 2000, quando recebeu nova iluminação, o monumento e seus acessos vêm passando por um processo de revitalização e, em 2002, foi inaugurado o acesso mecanizado, com elevadores panorâmicos e escadas rolantes.

Bem antes disso, em 1859 (35 anos depois da construção da estrada de rodagem que dá acesso ao topo do Corcovado), o Padre Pedro Maria Boss já pensava em construir um monumento religioso ali, mas a ideia só foi retomada em 1921, quando a cidade se preparava para as comemorações do centenário da Independência e quando já havia a Estrada de Ferro do Corcovado (inaugurada em 1884, por D. Pedro II). Foi graças ao trem dessa estrada que o Cristo Redentor pode ser construído, pois todas as peças do monumento foram transportadas por ele. Essa ferrovia é considerada um grande mérito da engenharia civil brasileira e foi a primeira a ser eletrificada no país. O passeio ao Cristo Redentor é o passeio turístico mais antigo do Brasil e não dá para negar que uma visita dessas é um mergulho na nossa história, não é mesmo? Fora que o Trem do Corcovado já levou papas, reis, príncipes, presidentes da república…

Mas, voltando à atualidade, em 12 de outubro de 2006, no aniversário de 75 anos do Cristo Redentor, o monumento foi transformado num santuário católico e construíram, aos seus pés, uma capela para Nossa Senhora Aparecida, onde há celebrações como casamentos e batizados. Já pensou casar aos pés do Cristo Redentor? 😀

Hoje, mais de 600 mil pessoas visitam esse monumento todos os anos e é impossível imaginar uma viagem ao Rio de Janeiro sem uma visita ao Cristo Redentor. Os ingressos incluem o transporte de ida e volta e o acesso ao monumento. Os valores são de R$ 46,00 para adultos e R$ 23,00 para crianças de 6 a 12 anos (menores de 6 anos não pagam). Idosos (acima de 60 anos) pagam meia-entrada, assim como os estudantes de instituições brasileiras. Mas não se esqueça de que é preciso apresentar o documento original para obter o desconto.

A bilheteria do Trem do Corcovado funciona de segunda a domingo, das 8h às 19h, e o trem, que possui capacidade para 345 passageiros por hora, tem saídas a cada 30 minutos. Mas os horários estão sujeitos a alteração em função de problemas técnicos ou climáticos do dia, então, fique atento. Cada viagem demora cerca de 20 minutos, atravessando a maior floresta urbana do mundo, no Parque Nacional da Tijuca, que é considerada um exemplo de preservação da natureza. Além disso, viajando pela Estrada de Ferro do Corcovado, você ajuda a manter essa mata atlântica, já que o trem não polui (é elétrico) e parte da arrecadação da bilheteria é destinada ao IBAMA, para conservação da mata. Legal, né? Então corra e aproveite os pacotes que a Expedia oferece para passeios no Rio de Janeiro.

É claro que o principal cartão postal da Cidade Maravilhosa tem que ser incluído em qualquer roteiro. No entanto, muita gente ainda se pergunta: o que mais fazer no Rio de Janeiro?

Bom, fica até difícil colocar tudo aqui. Vamos tentar fazer um resumão e aí você pode planejar a sua programação de acordo com a sua viagem. Vamos lá:

Os caprichos da natureza estão espalhados pelos mais de 80 quilômetros de praias. As queridinhas Leblon, Ipanema e Copacabana são sempre as mais movimentadas. No coração da Zona Sul também está a Lagoa Rodrigo de Freitas, muito concorrida para quem quer dar uma corrida, fazer um piquenique ou andar nos populares pedalinhos. Na Lapa o assunto é boemia, com bares e música ao vivo em quase todas as esquinas. Aproveite quando estiver por lá para conhecer um dos lugares mais ecléticos do Rio, a casa de shows Circo Voador. Já um programa tipicamente carioca é o “chorinho na praça” que acontece geralmente aos sábados, na Rua General Glicério, ou aos domingos, na Praça São Salvador.

Cristo Redentor, Corcovado, e Pão de Açúcar

Uma ótima vista do Cristo Redentor e Pão de Açúcar.

O passeio ao Morro da Urca nos famosos bondinhos para chegar ao topo do Pão de Açúcar nos seus imponentes 396 metros de altura, é mais do que “obrigatório”. Tente programar para subir perto do fim do dia porque apreciar o pôr do sol de lá de cima é algo para guardar pra vida toda!

Uma coisa eu garanto: chegar lá em cima é emocionante!

Beijos,
Luciana Sabbag

Compartilhe
0
Expedia Brasil

Expedia Brasil

Bem-vindos ao site Viajando com a Expedia - Aqui, você encontrará todas as dicas e conselhos de viagem da nossa rede de especialistas do mundo todo, além das novidades sobre as novas tendências de viagem e as ùltimas notìcias sobre os problemas enfrentados pela indùstria do turismo. Viajando com a Expedia traz também milhares de informaçöes e recursos para que você possa desfrutar ao máximo de sua próxima viagem. Aproveite e explore o que a Expedia tem a oferecer!.
Expedia Brasil