Copa das Confederações: Brasília

 

Em 15 de junho de 2013, às 16h, o Brasil receberá o jogo de abertura da Copa das Confederações, que será em Brasília, no Estádio Nacional Mané Garrincha. O estádio, que está em fase de finalização de obras de ampliação, receberá 70 mil torcedores ávidos para ver a partida entre Brasil e Japão no torneio da FIFA, que trará oito seleções para disputar a taça do campeonato em solo nacional. Os ingressos, que começaram a ser vendidos em 2012, custam entre R$ 38 e R$ 266, mas já estão esgotados.

A capital do Brasil, localizada na região Centro-Oeste, é a quarta cidade mais populosa do país, com 2,5 milhões de habitantes, mas não é este fato que chama a atenção. A simetria e planejamento de suas construções atraem olhos curiosos do mundo todo e, entre blocos numerados e seções chamadas de “asas”, prédios oficiais se espalham pelas espaçosas ruas. O “Plano Piloto” de Lúcio Costa, responsável pelo projeto da cidade, que foi inaugurado em 1960 pelo presidente Juscelino Kubitschek, contou com a genialidade de Oscar Niemeyer para desenvolver a criação arquitetônica. Morto em 2012, Niemeyer dizia que em Brasília “a arquitetura de fantasia valeu a pena porque tornou a cidade mais conhecida".

Começo dizendo que o ideal para se locomover em Brasília é com um carro alugado. Se você ficar pouco tempo por lá, não terá muito tempo de entender as rotas (confusas) dos ônibus, portanto, com um pouco de atenção e um GPS, seus passeios por Brasília serão mais tranquilos. Para se hospedar, os hotéis mais próximos ao estádio estão no Setor Hoteleiro Norte (SHN), entre as quadras 1 e 5, com hotéis a 200 metros do Mané Garrincha, e também um pouco mais distantes, cerca de 1,2 km, no Setor Hoteleiro Sul (SHS), entre as quadras 2 e 6.

Se estiver com pressa, mas quiser desbravar a capital federal, opte por um city tour, que é uma forma de conhecer os principais pontos de uma cidade sem perder muito tempo. Minha dica é não comprar o pacote com o ônibus de dois andares, tão comum em outros países – e em Brasília é azul, não vermelho –, pois o passeio é curto, o tempo em cada monumento é pouco e o ônibus só circula com um número mínimo de passageiros, o que pode fazer você esperar no ponto por horas, já que é esquema hop on-hop off.

Embora o Estádio Nacional Mané Garrincha ofereça uma área social com bares e restaurantes, por que não aproveitar sua viagem a Brasília para conhecer um pouco mais sobre os bares e restaurantes? Quem gosta dos clássicos não pode deixar de conhecer o Dom Francisco (402 Sul: CLS 402, Bloco B, Lojas 9 a 15 / diariamente, das 12h às 15h30 e das 19h às 00h), típico para um almoço com amigos ou a família. O restaurante detém uma das maiores adegas do mundo, com mais de 1.100 rótulos listados. Para comer, há o conhecido arroz com brócolis e o bacalhau. Para beber, a dez minutos do estádio, o Bar Brasília (506 Sul, bloco A – loja 15 / SHCS 506 Bl A s/n Loja 15 / diariamente, das 12h até o último cliente), com o melhor chope (R$ 5,50) da cidade acompanhado de bolinho de batata-baroa, carne-seca e catupiry (R$ 29). Outra opção para se divertir é o Armazém do Ferreira (202 Norte, bloco A – Loja 57 / 5ª à sábado, das 12h às 2h, não abre aos domingos), com a feijoada mais famosa da cidade (R$ 36,40/pessoa) e música ao vivo às sextas e sábados. Outro clássico, com quase a mesma idade de Brasília é o Beirute (Cln, Bl D, s/n, Lojas 19/29, Asa Norte / diariamente, das 11h às 2h), um típico boteco com garçons de smoking vermelho, cerveja de garrafa e petiscos.

Vai estender sua estadia? Visite também o Museu Vivo da Memória Candanga (Via EPIA Sul, SPMS, Lote D – Núcleo Bandeirante / 2ª à sábado, das 9h às 17h),um lugar único em Brasília, pois está preservado desde os tempos da construção da cidade e tem um parque arquitetônico lindo com várias árvores frutíferas. O museu foi o primeiro hospital da cidade e, embora tenha sido reformado, a área externa do parque arquitetônico ainda mantém as pequenas casinhas coloridas, feitas de madeira, que serviam de moradia para os médicos do hospital. No museu, uma exposição conta em fotos a construção da capital federal e também a história dos “candangos”, os homens anônimos que levantaram a cidade.

Cuidados com a saúde

Brasília é conhecida pelo tempo seco e, em junho, quando acontece o jogo, é a época com menos umidade, pois não há mais chuvas, logo, tenha cuidado com a sua pele: hidrate-a sempre que possível e não se esqueça do protetor solar, inclusive nos lábios, que costumam sofrer com este clima. Para não se sentir indisposto durante o dia, beba muita água. Para a noite, tenha uma blusa sempre à mão, já que os termômetros não passam dos 15 graus.

Se você tem planos de ir à Brasília para assistir a Seleção, tire um tempinho para conhecer a história da capital do seu país. Certamente será uma experiência muito bacana!

Até mais!

Ana Samadello

Expedia Brasil

Expedia Brasil

Bem-vindos ao site Viajando com a Expedia - Aqui, você encontrará todas as dicas e conselhos de viagem da nossa rede de especialistas do mundo todo, além das novidades sobre as novas tendências de viagem e as ùltimas notìcias sobre os problemas enfrentados pela indùstria do turismo. Viajando com a Expedia traz também milhares de informaçöes e recursos para que você possa desfrutar ao máximo de sua próxima viagem. Aproveite e explore o que a Expedia tem a oferecer!.
Expedia Brasil

Últimos posts por Expedia Brasil (veja todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *