Com belezas exóticas e um fenômeno raro das águas, a Ilha de Marajó atrai por ser incomum

Desde 1990 inserida no circuito de turismo no Brasil, a ilha de Marajó cativa por suas praias, natureza exótica, igarapés e danças típicas.

A maior ilha fluvio-marítima do mundo é também o lugar de maior concentração de rebanhos de búfalos do país. Enquanto o turista passeia pela cidade poderá reparar na enorme quantidade que habita o local. A carne de búfalo é também bastante comida na região, assim como o seu couro comercializado.

As belezas naturais da ilha e sua preservação chamam a atenção, principalmente as praias de água salobra. A vegetação de rio, igarapés e o ambiente diferentes fazem com que as praias sejam únicas e com um cenário especial.

O fenômeno da pororoca pode ser observado na área. O encontro das águas fluviais com as oceânicas cria longas ondas muito procuradas por surfistas profissionais e é um dos motivos de atração turística ao local, por ser único.

Para hospedagem há opções de pousadas, hotéis ou ainda resorts. Alguns hotéis  podem oferecer uma estada a mais autêntica possível na região, em locais de difícil acesso, mas aconchegantes.

Passeios de ecoturismo no meio da natureza são atividades muito procuradas pelos turistas para observar a fauna e flora incomum da região.

A ilha não decepciona os turistas quando se trata de belezas diferentes e intrigantes, desde sua vegetação ao fenômeno raro das águas, a cidade mostra que não tem nada de comum.

Autor

Expedia Brasil

Adoramos viajar e queremos ajudar você a planejar suas férias com dicas e informações interessantes sobre destinos no Brasil e no mundo. Leia os nossos artigos e prepare-se para a sua próxima aventura!

Próximo João Pessoa é a segunda cidade mais verde do mundo e entre suas praias paradisíacas está incluída uma naturista

0 Comentários

Ainda sem comentários

Deixe um comentário