Compartilhe
0

Buenos Aires Express – Parte 1

Particularmente, nunca gostei de textos, sejam eles jornalísticos ou não, que falem sobre os “essenciais” de cada lugar. Afinal, o que é essencial? É bastante relativo. Quando falamos de Buenos Aires, uma cidade que é praticamente ponte-aérea para os brasileiros, fica ainda mais delicado, pois todos têm o seu segredinho, um tesouro escondido na metrópole. E aí é que está a beleza em fazer uma viagem que todos fazem. Quase encaro como uma competição psicológica para saber quem fez mais o quê (brincadeira, não faço não). 😉

No entanto, acredito que alguns pontos sejam importantes para conhecer. Não sinta vergonha de fazer o esquema turistão de vez em quando, afinal, como viajar e não ver pelo menos o básico? É como ir a Paris e não ver de perto a Torre Eiffel. Difícil de imaginar isso, não é?

Para visitar Buenos Aires, reserve, pelo menos, cinco dias para fazer tudo com calma. Se ficar menos tempo, saiba que verá apenas o básico (mesmo) ou fará tudo correndo: nada legal para suas férias. Dividi por grupos de lugares e assim fica por sua conta decidir a agenda.

 

Aqueles lugares das fotos

Neste dia, se prepare para muita caminhada, pois, entre cada ponto que coloquei aqui você levará, em média, 25 minutos andando. Seu ponto de partida será o Obelisco (Praça da República, Avenidas 9 de Julio e Corrientes), ótimo para fotos e excelente ponto de encontro. De lá, siga pela Avenida Diagonal Norte sentido Puerto Madero até a Plaza de Mayo, onde fica a Casa Rosada, morada dos presidentes. Há visitas gratuitas e guiadas pelo palácio aos sábados, domingos e feriados, e pelo Museu Bicentenário. Acesse o site para ver os horários, que mudam no verão. Eu amo esta praça, com suas árvores imponentes e muita história. Se você tiver sorte e visitá-la em uma quinta, verá uma manifestação das Madres de Plaza de Mayo, um grupo de mães que lutam para encontrar seus filhos perdidos desde a ditadura militar argentina. Para entender melhor o contexto, assista “La Historia Oficial”. Andando um pouquinho, à direita do palácio, você verá a imponente sede do Banco de la Nación Argentina. Linda!

Obelisco de Buenos Aires

Siga pela Avenida de Mayo e pare no Café Tortoni (Avenida de Mayo, 825) para um combinadinho de churros e chocolate quente. Em outro post darei detalhes sobre o atendimento e o que comer, mas o churros dá conta. 😉 A Avenida de Mayo se torna Avenida Rivadavia e ali há duas praças: Plaza Mariano Moreno, sem nada de especial, e a Plaza del Congreso e o Congreso de la Nación Argentina. O prédio do Congreso é imponente e muito bonito. Disponibiliza de visitas gratuitas e guiadas diariamente. Siga pela Callao até a Tucumán, vire à direita e siga até a Praça General Lavalle, onde estará o incrível Teatro Colón. As visitas guiadas, que ocorrem todos os dias, custam $ 130 (R$ 57) e duram 1 hora. Como é um passeio caro, fique de olho nas apresentações, pois muitas atrações são gratuitas e assim você também poderá conhecer o teatro.

 

Sabadão argentino

Comece o dia cedo, mesmo que tenha se acabado na balada na sexta à noite. Para o sábado, sugiro uma passada — veja, uma passada — pelo bairro de La Boca. Explico: já há algum tempo tenho percebido as pessoas reclamarem da falta de segurança naquela região e é verdade. A última vez que fui ao Caminito, por exemplo, foi há dois anos e já não era ideal para caminhar sozinho. Não aconteceu nada comigo e pode não acontecer com você, mas, por favor, não facilite. Nunca associarei as camadas mais carentes da sociedade à criminalidade, porém, infelizmente, é o ambiente onde é mais fácil cair em tentação, principalmente para crianças. Os meninos são ágeis e intimidarão, por isso, evite andar em lugares sem muitos turistas.

Pois bem, aqui vai a minha primeira recomendação: combine um valor fechado para este passeio com um taxista. Peça para que ele te leve ao Caminito e à La Bombonera e te espere fazer os passeios. Tenho indicações de taxistas, portanto, se quiser os contatos, basta me mandar um e-mail. O Caminito é ok, colorido e fantasioso, porque as casinhas coloridas, bem, nada de real ali. Tudo foi montado para os turistas, porém, ainda assim, acho que vale a visita para fotos. Já para quem curte futebol, o estádio do Boca Juniors é legal. As visitas custam até $ 55 (R$ 24) e estão à disposição todos os dias.

 

Como um dia de domingo

Aproveite seu domingo para conhecer San Telmo, na minha opinião, o bairro mais bacana da cidade. Antigo, cheio de referências históricas e gente descolada, San Telmo guarda muitos tesouros. Aos domingos, a tradicionalíssima Feira de San Telmo (Defensa, das 10h às 17h) reúne artistas locais que produzem artesanato, música e dança. Se encarar comida de rua, coma um pan relleno (pão recheado) de cebola ou de queijo que os bicho-grilos vendem em caixas de isopor ou um choripan con chimichurri (pão com linguiça e um tipo de vinagrete condimentado), preparado diretamente de uma chapa improvisada dentro de um estacionamento. <3

Seguindo pela Defensa e curtindo a diversidade da feira, você chegará até o coração de San Telmo, a Plaza Dorrego (Defensa e Humberto I), que reúne música na praça, com dançarinos de tango. Da última vez que fui, havia um casal de idosos, o mais fofo do mundo, dando um show no tablado. Ah, claro, não esqueça da gorjetinha básica. Rodeada por charmosos restaurantes e bares, a Dorrego também é ótima para os amantes de antiguidades, este é o lugar. Diversas barracas e lojas dispõem de itens únicos de decoração — caros –, mas que são um prazer aos olhos.

Caminhe mais um pouco até a Carlos Calvo, vire à esquerda e, quase esquina com a Bolívar, entre no Mercado de San Telmo, lugar onde se respira a comunidade local. Barracas de sucos, pães, açougues com hábeis homens e seus facões, frutas coloridas e esse cheiro de história tornam o mercado um dos lugares mais interessantes de toda Buenos Aires. Ao sair, continue pela Bolívar até a Chile, vire à direita e continue até voltar para a Defensa. Nesta esquina tenha o prazer de encontrar uma estátua da Mafalda, a célebre criança politizada criada pelo cartunista argentina Quino. Sentadinha em um banco de praça, é uma foto que todo mundo tem, mas quem se importa? 🙂

argentinaoquevcprecisasaber-floralisgenerica.JPG

Se estiver com crianças

Sim, a cidade tem atrações para as crianças também. Bom, eu fui em algumas, mas isso é um detalhe. 🙂 O Zoo Buenos Aires (Plaza Italia, entre as Avenidas Las Heras e Sarmiento) é muito legal e super organizado, fica próximo ao Aeroporto Aeroparque, abre de terça à domingo e feriados, e custa até $ 47 (R$ 21), incluindo atrações. Para começar, logo na entrada, compre um baldinho ($ 15 – R$ 7) com ração para alimentar os animais. Há vários bichinhos soltos pelo parque — patos e um tipo de roedor com um dentão –, fora que os animais maiores ficam em grandes áreas e, alguns, sem grades, como as girafas e os elefantes, que dão um show à parte. Como estão habituados a serem alimentados, eles se apoiam na beirada da sua área, empinam o traseiro e com a tromba aspiram a ração que caem por ali. É muito engraçado. Reserve uma manhã inteira, pois o parque é grande e as crianças se cansarão.

O Jardim Japonês é outro passeio que dá para levar as crianças e é super perto do Zoológico. Aberto todos os dias e com entrada a $ 16 (R$ 7), é um lugar para relaxar e observar um belíssimo jardim com riachinhos, pontes e flores. Não deixe de entrar na casa principal e subir até o último andar para ter uma visão panorâmica do parque.

Outro zoológico que pode entrar no seu roteiro está em Luján, fora da capital federal de Buenos Aires, a cerca de 1 hora de carro do centro. Funciona todos os dias a partir das 9h e, com entrada a $ 70 (R$ 31), o Zoo de Lujan é muito especial, pois proporciona uma experiência única de contato com os animais: leões, tigres e ursos, só para citar alguns. Quem vai ao Lujan volta encantado, pois o encontro com um animal deste porte é uma recordação para levar para a vida toda.

Ainda tenho muito para falar sobre Buenos Aires, mas espero que estes pequenos grupos de atividades possam ajudar a iniciar seu planejamento pela capital portenha. 😉

Compartilhe
0
Expedia Brasil

Expedia Brasil

Bem-vindos ao site Viajando com a Expedia - Aqui, você encontrará todas as dicas e conselhos de viagem da nossa rede de especialistas do mundo todo, além das novidades sobre as novas tendências de viagem e as ùltimas notìcias sobre os problemas enfrentados pela indùstria do turismo. Viajando com a Expedia traz também milhares de informaçöes e recursos para que você possa desfrutar ao máximo de sua próxima viagem. Aproveite e explore o que a Expedia tem a oferecer!.
Expedia Brasil

Últimos posts por Expedia Brasil (veja todos)