Compartilhe
0

Bruxelas das histórias em quadrinhos: conheça a cidade do Tintim

Na carona do Tintim e seu fiel escudeiro, o cachorrinho Milu, acompanhamos por muito tempo as aventuras desse repórter e jovem viajante belga que, nem em suas maiores peripécias, poderia imaginar que um dia se tornaria artigo de museu e símbolo de um país.

Em 1929, o cartunista belga Hergé deu vida ao Tintim, um dos personagens mais famosos da Bélgica. A partir daí ele traria consigo um movimento que, por décadas seguintes, influenciaria diretamente a cultura local e daria a Bruxelas o título de capital internacional das histórias em quadrinhos.

xxx

Bruxelas respira histórias em quadrinhos até no metrô

Apesar de existirem movimentos semelhantes até mesmo em outros países e artistas trabalhando nessa mesma linha, Hergé rompeu a barreira e liderou o movimento dos quadrinhos belgas tamanho sucesso de público. Até hoje a Bélgica (e particularmente Bruxelas) consome muito da produção de histórias em quadrinhos europeus como forma de arte, entretenimento e, até mesmo, de crítica social.

Um exemplo de como os quadrinhos são importantes para a cidade é o museu dedicado exclusivamente a contar a trajetória de suas histórias. O museu dos quadrinhos – também conhecido como Belgian Comic Centre – mostra os precursores desse movimento cultural, assim como trabalhos contemporâneos e a trajetória dos personagens mais famosos da Bélgica como os Smurfs, que também foram criados no país em 1958.

Por dentro do animado Belgian Comic Centre

Por dentro do animado Belgian Comic Centre

O ingresso custa 10 euros e a lojinha é cheia de itens para colecionadores e edições especiais dos principais quadrinhos do país publicados em diferentes idiomas.

Nas ruas que dão acesso à praça Sablon, também conhecida como praça do chocolate graças às várias boutiques dedicadas à arte do cacau, é possível encontrar muitos antiquários e lojas divertidas que vendem objetivos para os aficionados em histórias em quadrinhos.

Em Bruxelas são desenhos e quadrinhos espalhados pela cidade toda

Em Bruxelas são desenhos e quadrinhos espalhados pela cidade toda

Talvez a mais interessante seja a The Cartoonist que vende todo tipo de objetos relacionados a esse universo: quadrinhos, livros, pôsteres, action figures, além de peças para colecionadores e de decoração. A loja é incrível, mas o horário de funcionamento é bem limitado, por isso confira no site oficial para não correr o risco de dar de cara com a porta fechada.

Sabe outra curiosidade sobre o Tintim? Ele possui um museu exclusivo para contar toda sua história: desde a criação, até a evolução dos seus traços e o amadurecimento dos personagens secundários e de seus vilões. Entretanto, só há um pequeno probleminha: o museu do Tintim não fica necessariamente em Bruxelas.

Musee Herge: tudo sobre o Tintim

Musee Herge: tudo sobre o Tintim

O Museé Hergé fica na cidade Louvain-la-Neuve, dentro de um campus universitário a cerca de 40 km da metrópole belga. O ingresso adulto custa 9,50 euros e, devido à distância, o caminho não é tão rápido assim, por isso considere praticamente o dia todo de passeio entre sair do seu hotel em Bruxelas, chegar até o local, visitar o museu e retornar com calma.

Comic book route ou a rota das histórias em quadrinhos e a arte de rua em Bruxelas

Figurinhas carimbadas nas fotos de instagram de Bruxelas, o centro da cidade foi tomado por grandes painéis de grafites, ou street art, que deram origem a um roteiro especial e que faz um belo contraponto à arquitetura clássica e imponente das principais ruas da região.

xxxx

Tintim em toda parte da cidade

Chamado de comic book route – ou a rota das histórias em quadrinhos – ela conta atualmente com mais de 50 painéis diferentes.

Esse movimento começou em 1990, quando antigos painéis de propaganda foram substituídos gradativamente por enormes grafites e arte baseados nos quadrinhos mais famosos da cidade.

Quem diria que, tanto tempo depois, eles se transformariam em grandes atrativos turísticos? Para conferir o circuito completo, a prefeitura disponibiliza um mapa sinalizando todos os pontos dessa rota.

Street art em Bruxelas

Street art em Bruxelas

 

 

Compartilhe
0
Natalie Soares
Siga-me no

Natalie Soares

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Pós-graduada em Mídias Sociais pela FAAP, é autora do blog de viagem e tecnologia Sundaycooks e fundadora da ABBV (Associação Brasileira de Blogs de Viagem). Atualmente trabalha como editora de conteúdo online e vive fazendo planos para a próxima viagem.
Natalie Soares
Siga-me no

Últimos posts por Natalie Soares (veja todos)