Compartilhe
0

As melhores praias de Búzios

Brigitte Bardot já tinha vindo uma vez e se apaixonado por Búzios há 50 anos. Os locais juram de pés juntos que a visita da atriz foi um divisor de águas na cidade, desde então internacionalmente conhecida. Mas é provável que a fama de Búzios para o mundo não seja só mérito da loira, já que milhares de estrangeiros aportam por lá desde então. Não é exagero dizer que o que menos se escuta nas ruas de Búzios é português, ainda mais nos meses de alta temporada.

Búzios e suas muitas praias têm natureza, conforto e rusticidade de sobra para agradar todo tipo de viajante

Búzios e suas muitas praias têm natureza, conforto e rusticidade de sobra para agradar todo tipo de viajante

Mas dá para entender: quando você viajar para Búzios, vai encontrar uma cor de mar apaixonante nesse pequeno balneário onde estão as praias mais bonitas da Região dos Lagos. Sem falar, claro, no charme que a cidade tem mesmo fora d’água, desde as casinhas caiadas de pescadores até os hotéis de primeira linha, prontos para receber o público internacional. Búzios reúne todo mundo junto e misturado. Dá para ficar uma semana inteira desbravando cada praia, cada restaurante e, ainda assim, faltar Búzios para descobrir.

O litoral recortado tem 20 praias de todos os tipos e tamanhos, com mares calmos e bravios, ideias para famílias com crianças e idosos ou para jovens surfistas (Crédito da foto: Clarissa Donda)

O litoral recortado tem 20 praias de todos os tipos e tamanhos, com mares calmos e bravios, ideias para famílias com crianças e idosos ou para jovens surfistas (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Geograficamente falando, Búzios é uma espécie de península no formato de uma mão – e esse litoral recortado, cheio de reentrâncias, com montanhas e praias se alternando na costa, é que dá de presente uma enorme variedade de pequenas praias, uma mais bonita que a outra!

Por isso, preparamos um guia com a descrição das praias mais bonitas da cidade, dividindo as dicas por perfil de praia: a que vale a pena ir com criança pequena, a que é boa para surfe, a que é boa para fazer snorkelling, a que tem festa, a que não é recomendada para idosos, e por aí vai. Tudo isso para te ajudar a organizar sua viagem, e até escolher as melhores pousadas em Búzios para o tipo de viagem que você está planejando.

Um aviso: para curtir as praias de Búzios, a dica é ir de carro para percorrer o litoral – mas reserve um dia para cada praia, porque elas merecem!

  1. Praias para ir com a família

João Fernandes

João Fernandes é a praia mais “família”: mar tranquilo, quase morno, e uma estrutura hoteleira completa – há hotéis para todas as faixas de preço e tamanhos de família. Outro motivo de ser preferida por quem tem crianças é a enorme oferta de serviços e atividades que podem ser contratadas na areia: caiaques, stand up paddles e até passeios de barco.

A praia é maravilhosa, mas fique atento se estiver viajando com crianças pequenas ou idosos: o acesso aos hotéis na encosta pode ser difícil (Crédito da foto: Clarissa Donda)

A praia é maravilhosa, mas fique atento se estiver viajando com crianças pequenas ou idosos: o acesso aos hotéis na encosta pode ser difícil (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Outro aviso: sem exagero, João Fernandes é também a praia mais internacional de todas – e, cá para nós, quase um enclave argentino. A maioria dos hotéis que operam em João Fernandes pertence a argentinos ou operam diretamente com empresas de lá; então, espere uma vibe tem multicultural.

Ficar em João Fernandes é quase sinônimo de não se preocupar com nada: o aluguel de cadeiras e barracas pode ser feito direto da praia, bem como as atividades para as crianças. Há serviço de comida, de passeio de barco e, se cansar, os melhores hotéis estão logo ali, com a vista estonteante para o mar de um azul refrescante e areia cor de rosa. Não é difícil entender porque João Fernandes é uma das preferidas de quem vai a Búzios.

Eu, porém, só faço uma ressalva: João Fernandes é uma praia cercada por duas encostas de pedra, cheia de hotéis encarapitados. Mas, se essa localização alta e privilegiada garante uma vista espetacular da praia, por outro lado, eu particularmente achei um pouco complicado para quem vai a Búzios com pessoas de idade com dificuldade de locomoção – por exemplo, problemas no joelho que dificultem a subida ou descida de escadas. Nesse caso, vale consultar o seu hotel antes de fazer a reserva sobre o quão íngreme, alto ou distante é o acesso à praia. Se for o caso, opte por uma praia mais “pé no chão” – Geribá e Ferradura são boas opções.

João Fernandinho

O nome no diminutivo é até carinhoso: João Fernandinho é a praia que fica ao lado de João Fernandes, de menor extensão. Mas ser menor em tamanho não quer dizer ser menor em beleza; ela também é cercada por duas encostas, mas, ao contrário do que acontece na vizinha maior, a vegetação das encostas continua verde e sem hotéis, o que dá um ar mais “selvagem” à praia (e, na minha opinião, muito mais bonito).

A irmã menor de João Fernandes tem menos estrutura, mas não deixa nada a desejar em termos de paisagem

A irmã menor de João Fernandes tem menos estrutura, mas não deixa nada a desejar em termos de paisagem

Vale um aviso: lembra o que eu falei sobre dificuldade de acesso via escadas? Para João Fernandinho esse aviso é fundamental, já que a praia só tem um acesso, justamente por uma escadaria. Além disso, apesar de emprestar o nome de João Fernandes, não há acesso direto entre as duas praias.

Por isso, João Fernandinho é mais vazia, tranquila e intimista que a vizinha. As características da praia em si são as mesmas: mar azul lindeza, tranquilo e transparente, emoldurado por uma praia de areia mais dourada e encostas verdes. Quem quiser dar um tempo de João Fernandes, pode encontrar aqui também serviços de comida e estrutura de barracas.

Ferradura

O nome sugere: a praia, no formato de ferradura, forma um bolsão de mar entre “braços” de terra – e o resultado é um mar calminho, ótimo para quem vai com crianças pequenas. Em termos de atração, a praia tem de tudo: pedalinhos, pranchas de stand up paddle, caiaque – é bem tranquilo remar por ali, contornando toda a faixa de areia sem medo do mar puxar demais.

Passe o dia nessa praia de mar calminho e almoce por lá, com o pé na areia: é o melhor programa que há em Búzios (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Passe o dia nessa praia de mar calminho e almoce por lá, com o pé na areia: é o melhor programa que há em Búzios (Crédito da foto: www.flickr.com/Rodrigo Soldon – Creative Commons License)

Eu, particularmente, super recomendo esticar o dia aqui. A praia tem uma faixa de areia mais estreita em comparação a outras, como Geribá e Tucuns, mas consegue ser confortável do mesmo jeito – até porque, como a praia quase não tem ondas, não acontece de o mar ficar invadindo a areia a ponto de atrapalhar. Há muitas casas de veraneio em frente à areia, e muitos barzinhos também; por isso, esticar a tarde na Ferradura é uma boa pedida. Deixe para almoçar ali mesmo, comendo peixe frito, frutos do mar, e tomando sucos de fruta, tudo com vista para o mar e com pé sujo de areia.

Adoro: particularmente, é minha praia preferida!

Geribá

De longe, é a praia mais famosa de Búzios, e a preferida dos jovens e dos artistas (não é difícil encontrar alguma celebridade por lá). Por ser a favorita do pessoal mais jovem, tem estrutura bem diversa, com vários bares modernosos (e quase festeiros) em frente à praia – eu já fiquei no Fish Bone, que é um point de música e gente bonita. Mas há também uma estrutura de barracas e cadeiras bacana para quem quiser ficar só na areia mesmo.

Geribá é uma praia para todos os públicos; com certeza, ela tem um cantinho que vai te agradar (Crédito da foto: www.flickr.com/Felipe Fortes - Creative Commons License)

Geribá é uma praia para todos os públicos; com certeza, ela tem um cantinho que vai te agradar (Crédito da foto: www.flickr.com/Felipe Fortes – Creative Commons License)

Pode ser impressão, mas eu vejo que Geribá muda um pouco das suas características dependendo do ponto da praia. O canto direito, mais próximo do paredão de pedra, tem o mar mais agitado. Não por acaso, é ali que ficam várias barracas com serviços de aluguel de pranchas de surf e bodyboard, bem como aulas de surf para crianças. Já do lado esquerdo da praia, mais para a ponta, o mar tem um aspecto mais calmo – e, se não chega a ser aquela piscina absoluta como é na Ferradura ou Ferradurinha, também não dificulta em nada o banho no mar, que pode ser feito “furando” uma ondinha aqui e ali. Dois mundos em uma só praia. Adoro.

Em termos de serviço, Geribá é completa. Se quiser comer na praia, tem serviço nas barracas. Quer comer nos restaurantes? Tem bares de frente para a praia, com música alta, sem música alta, como quiser. Quer fazer compras? Volta e meia passam ambulantes vendendo saídas de praia, cangas, penduricalhos e qualquer outra coisa que você precise (ou, provavelmente, não) comprar. Repare que muitos desses vendedores são charmosas moças argentinas, que você pode encontrar facilmente depois, na Rua das Pedras, já que muitos dos produtos que elas vendem na praia são de lojas de lá.

Para quem vai com família grande (e com crianças não tão pequenas, que preferem esportes à “piscininha”), Geribá é uma boa opção, já que a praia é cheia de pousadas de fácil acesso e boas opções de comida. Por ser mais extensa – tanto em comprimento quanto em extensão da areia – é mais amigável, mesmo cheia: tem espaço para se jogar frescobol e futevôlei na areia sem incomodar ninguém, e conta com boas opções de estacionamento (organizados e improvisados).

Ferradurinha

Diferente de João Fernandinho, a Praia da Ferradurinha não fica perto da praia da Ferradura – mas ganhou o nome pela geografia, já que forma uma ferradura em escala bem menor. Assim como a xará graúda, tem mar calmíssimo e é uma delícia para famílias e para quem quer tomar banho de mar como se fosse em uma piscina. Mas tem um “porém”: pelo mesmo motivo (espaço), é meio complicado de achar vaga para estacionar por ali. A recomendação do coração é: acorde cedo e chegue na praia o quanto antes para achar uma vaga.

Essa pequena praia é perfeita para a prática de snorkelling; é possível ver peixinhos coloridos nadando nas águas claras (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Essa pequena praia é perfeita para a prática de snorkelling; é possível ver peixinhos coloridos nadando nas águas claras (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Dica especial: se você vai com crianças (ou não, porque a dica vale para adultos também), leve um snorkel. As águas calminhas e quase transparentes são ótimas para fazer flutuação, e dá para ver vários peixinhos coloridos!

Praias de mar agitado

Praia Brava

De todas as praias de Búzios, é a que eu menos gosto – mas não por que a praia em si tenha algum problema, mas simplesmente porque, bem… essa praia não é a minha praia.

Se você curte surf e mar agitado, a Praia Brava é o seu lugar; está sempre cheia de gente jovem e bonita que pratica o esporte (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Se você curte surf e mar agitado, a Praia Brava é o seu lugar; está sempre cheia de gente jovem e bonita que pratica o esporte (Crédito da foto: www.flickr.com/Rodrigo Soldon – Creative Commons License)

Explico: a praia Brava, como o nome já sugere, é onde o mar bate mais forte, e quase não dá para tomar aquele banho de mar sossegado. Por outro lado, é a praia dos surfistas e da galera que curte esporte e balada. Porque fica um pouco mais afastada do centro (o acesso só pode para ser feito de carro) e já é conhecida da galera mais jovem, ela é famosa por ser o melhor point das grandes festas de Búzios: já sediou raves e micaretas, mas, hoje quem está lá é um beach club bacaníssimo e cheio de gente bonita. É uma boa pedida para quem gosta de juntar praia e festa num dia só.

Tucuns

Assim como a Praia Brava, Tucuns é afastada do centro de Búzios e também só tem acesso de carro. É virada para o mar aberto, grandona e, por isso, tem o mar bastante agitado também. Embora a maioria dos surfistas prefira a Praia Brava pela badalação, Tucuns tem um ar mais selvagem e rústico. Vale avisar que é uma das poucas praias que não tem estrutura de alimentação, como quiosques ou vendedores ambulantes, de modo que quem preferir ir para lá tem que entrar na onda do “isoporzinho” – só se lembre, por favor de retirar seu lixo da praia! É uma boa pedida para quem quer mesmo praticar o esporte em total contato com natureza e sem muita gente. Nesse quesito, o visual de Tucuns é imbatível.

O mar aberto de Tucuns também é agitado, mas o ambiente é mais rústico; não espere encontrar bares e barraquinhas (Crédito da foto: Clarissa Donda)

O mar aberto de Tucuns também é agitado, mas o ambiente é mais rústico; não espere encontrar bares e barraquinhas (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Já quem vai com família pode se decepcionar com o mar bravio que impede um bom mergulho, mas Tucuns esconde um ótimo segredo: fica ali o resort Blue Tree Park Búzios, com sistema all-inclusive (o que resolve o problema da alimentação). O hotel oferece cadeiras e atendimento na areia para seus clientes; afinal, se o banho de mar é complicado, o banho de sol é uma delícia! E, na hora de dar um mergulho, o resort tem uma piscina de “apenas” cinco mil metros quadrados, a maior da cidade.  Nesse quesito, estar em Tucuns é uma boa: é uma ótima sugestão de hospedagem em Búzios para quem está viajando em família e quer passar o fim de semana descansando, sem badalações ou preocupações.

Praias que não são para banhistas – mas que valem o passeio

Praia da Armação

Não, essa não é praia para banhistas, e sim para pescadores – é cheia de barquinhos de pesca e pedras. Não é um bom lugar para se esparramar pela areia. Mas é esse mesmo motivo – os pescadores – que faz da praia da Armação um lugar para tirar fotos incríveis e, por isso, vale a pena conhecê-la, nem que seja passeando pela orla.

É na orla Bardot, onde fica a estátua da estrela francesa, que está a praia da Armação (Crédito da foto: Clarissa Donda)

É na orla Bardot, onde fica a estátua da estrela francesa, que está a praia da Armação (Crédito da foto: Clarissa Donda)

O passeio é gostoso e pode ser feito a pé pela Orla Bardot, que é cheia de lojinhas, restaurantes charmosos e, claro, uma estátua da própria Brigitte, e que já virou atração turística obrigatória para quem vai à cidade. Ah, é também na praia da Armação que está o píer de onde saem os barcos para passeios por Búzios.

Essa praia cheia de barquinhos é um dos melhores cantinhos de Búzios para tirar fotos deslumbrantes (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Essa praia cheia de barquinhos é um dos melhores cantinhos de Búzios para tirar fotos deslumbrantes (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Também é lá que estão as estátuas em tamanho real de três pescadores, que parecem estar puxando o arrastão (rede de peixes) e que ganha uma iluminação especial ao anoitecer. Esse “toque” rústico combina com essa parte da Praia da Armação, também cheia de lojinhas de artesanato e restaurantes de pescadores – menos badalada que a área “rica” da Rua das Pedras, mas também intimista e deliciosa.

Esse pôr do sol, segundo os próprios moradores de Búzios, é o mais bonito da cidade (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Esse pôr do sol, segundo os próprios moradores de Búzios, é o mais bonito da cidade (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Acho, particularmente, que vale pena vir aqui só pela foto – por isso mesmo, vá na hora do pôr do sol ou ao anoitecer. Afinal, se foi por essa área que, há 50 anos, Brigitte Bardot se apaixonou, não é difícil imaginar que a gente vá morrer de amores também.

Manguinhos

Grande, com muitos barcos de pesca e poucos banhistas: Manguinhos é uma praia “salpicada”, digamos assim, de restaurantes aqui, algumas casas de veraneio acolá, e mais adiante, um ou outro hotel. Tem uma área de mangue ao redor, daí o nome. Ainda assim, não enche – não conte aluguel de barraca e cadeira, traga as suas de casa. Por isso, não é tão badalada quanto o resto das praias: apesar de ter uma área mais extensa para se esparramar na areia e mar mais tranquilo, Manguinhos perde em badalação e charme para as outras opções como as Ferraduras, João Fernandes e Geribá, mais queridinhas dos turistas.

O Anexo Bar, em Manguinhos, é um dos mais impressionantes segredos de Búzios; visite-o no final do dia (Crédito da foto: Clarissa Donda)

O Anexo Bar, em Manguinhos, é um dos mais impressionantes segredos de Búzios; visite-o no final do dia (Crédito da foto: Clarissa Donda)

Por isso mesmo, Manguinhos tem dois segredos muito bem guardados. Um deles está no mar: por ser calmo, com vento e sem ondas, é excelente para quem gosta de praticar esportes à vela – olá, windsurfers! A outra surpresa, porém, está na areia, e fica melhor ainda no pôr do sol – que, aliás, dizem os locais que é o melhor de Búzios! Fica ali o Anexo Bar, um restaurante charmosíssimo à beira-mar, com bebida boa, som melhor ainda e iluminação especial de velas, tochas e luminárias charmosas ao anoitecer. É próximo ao pôr do sol que o bar começa a encher – e fica melhor ainda depois, à noite.

Talvez por causa do Anexo Bar é que Manguinhos tenha se tornado o tipo de praia que fica melhor ainda de noite e não de dia. De qualquer forma, tenho uma dica insider, que eu recebi de uma menina que mora em Búzios: em janeiro e fevereiro, o bar costuma contratar um saxofonista estrangeiro (aliás, o que não é estrangeiro em Búzios?) para tocar e embalar o entardecer.  Show, né?

Compartilhe
0
Clarissa Donda
Siga-me no

Clarissa Donda

Author chez Viajando - Expedia Brasil
Jornalista, marqueteira digital e curiosa por fotografia e por histórias inusitadas pelo mundo, que conta no seu blog, o Dondeando por aí (http://dondeandoporai.com.br/). Hoje mora em Londres com suas duas gatinhas, vive com uma mochila nas costas, já publicou um livro, plantou uma árvore, anda de patinete ao invés de bicicleta porque é mais divertido e escreve sobre novidades "in loco" da Europa para vários veículos.
Clarissa Donda
Siga-me no

Últimos posts por Clarissa Donda (veja todos)