Compartilhe
30

Amsterdã: o que você precisa saber antes de viajar para lá

 

A capital da Holanda encanta com seus canais e casinhas charmosamente tortas, espalhadas por ruas de paralelepípedos, assim como é internacionalmente famosa pelos imponentes museus e a tradição de seu porto histórico. Com quase 800 mil habitantes, Amsterdã é compacta e pode ser toda conhecida a pé. Entre março e abril, em especial, uma multidão de turistas se deixa encantar pelas cores de milhares de tulipas que delicadamente se espalham por toda a Holanda. Aliás, se o clima for de romance, não deixe de fazer os populares passeios de barco pelos canais que possuem pontos de partida espalhados por toda cidade. Dica: é possível agendar pacotes especiais com antecedência, inclusive com opções de passeios durante a noite e até à luz de velas.

Está em dúvida de qual é a melhor época para suas férias em Amsterdã Eu, particularmente, prefiro viajar na primavera e no outono, épocas em que a maior parte dos visitantes já terá ido embora e as temperaturas já estarão bastante amenas. Bom, em Amsterdã sempre estará geladinho. No verão, por exemplo, costuma ficar em torno dos 20ºC. Por isso, ter uma blusinha à tira colo é sempre uma boa opção.

Os brasileiros não precisam de visto para entrar na Holanda e também não é necessário se preocupar com o idioma, já que o inglês é falado em praticamente todos os lugares. No moderno aeroporto internacional de Schipol, por exemplo, toda a sinalização está em holandês e em inglês. O local também dá acesso ao transporte público: há ônibus e linhas de metrô no subsolo do aeroporto. Há também táxis, transfers e locadoras de veículos no local.

A cidade de Amsterdã é um ponto de partida bastante popular para quem planeja fazer uma eurotrip. Do aeroporto de Schipol saem trens para praticamente todos os destinos europeus. Além disso, as passagens para Amsterdã costumam ter um preço bastante interessante, independentemente da temporada.

Se hospedar em Amsterdã também é fácil. A cidade oferece muitas opções de hotéis (com todas as estrelas) e hostels. Para quem gosta de agito, o negócio é ficar nas regiões de Buitenveldert (Amstelpark) e Jordaan, Old South (Vondelpark); para ficar no coração da cidade o ideal é se hospedar próximo à Praça Dam. Mas atenção: evite a região do Red Light District, porque à noite não é tão seguro quanto outras regiões.

Para conhecer Amsterdã e não ter dor de cabeça se preocupando em esquecer-se de visitar alguma atração, se adiante e compre um I amsterdam card, um cartão que permite usar metrô, ônibus e os trams (uma espécie de bonde elétrico que cruza a cidade toda) por períodos de 24h, 48h e 72h. Ah, quando usar o transporte público, não se esqueça de ter em mãos o recibo da passagem, pois há fiscais constantemente e as multas são pesadas, inclusive para turistas. Um lugar não muito mencionado mas que vale uma visita é o Hermitage Amsterdam. O prédio histórico datado dos anos 60 fica à beira do Rio Amstel e, além de apresentar uma coleção permanente bem interessante, tem um jardim maravilhoso para relaxar.

O cartão também dá direito a entrar em museus como o Van Gogh Museum – um dos mais bacanas, costuma ficar aberto até às 22h e sempre tem uma programação diferente, com projeções de vídeos, música ao vivo e serviço de bar -, e garantem descontos de até 25% em atrações, como a Heineken Experience, e no aluguel de bicicletas. Dica: antes de partir ou mesmo do hotel, dê uma olhada no planejador de rotas holândes chamado 9292ov. É um site (www.9292ov.nl) onde você encontra várias alternativas de roteiros e melhores formas de se transportar pela cidade. Você pode também fazer a sua pesquisa por endereço, aeroporto, estação de trem e ainda se informar sobre a agenda das melhores atrações da região.

Por falar em bicicletas, está aí uma região ideal para se conhecer pedalando, seja para apreciar belezas arquitetônicas ou para fazer um passeio agradável pelo interior. Há percursos que podem durar até um dia inteiro, e os preços variam entre € 15 e € 60. Os pontos mais populares por lá são o AmsterBike (há descontos com o I Amsterdam card) e o Sandemans. De bike você pode passear pelos principais pontos turísticos de uma maneira divertida. As praças Leidseplein e Leidsestraat estão sempre super movimentadas e oferecem uma grande variedade de bares, restaurantes, casas de shows, além das populares apresentações dos artistas de rua.

Além das bikes, outros detalhes tornam Amsterdã muito especial e diferente. O passeio pelo Red Light District é uma das atividades mais pitorescas e divertidas. As moças exibidas em pequenas vitrines farão você ficar dividido entre a curiosidade e o estranhamento. Importante: seja discreto ao tirar fotos, pois você corre o risco de ser abordado por um cafetão que não ficará acanhado em tirar sua câmera. Presenciei essa cena pelo menos duas vezes. Como o sexo, definitivamente, não é um tabu por lá, outra atração são os sex shops. Na Oudezijds Achterburgwal é comum ver um do lado do outro, com vitrines, digamos, nada tímidas.

 

Quem é mais curioso ou ousado não pode deixar de ir aos coffee shops. Entre os mais populares estão o The Grasshopper e o DampKring.

Abra a mente, arrume a mala e aproveite Amsterdã com todas as experiências que ela pode te proporcionar!

Até mais!

Ana Samadello

Compartilhe
30
Expedia Brasil

Expedia Brasil

Bem-vindos ao site Viajando com a Expedia - Aqui, você encontrará todas as dicas e conselhos de viagem da nossa rede de especialistas do mundo todo, além das novidades sobre as novas tendências de viagem e as ùltimas notìcias sobre os problemas enfrentados pela indùstria do turismo. Viajando com a Expedia traz também milhares de informaçöes e recursos para que você possa desfrutar ao máximo de sua próxima viagem. Aproveite e explore o que a Expedia tem a oferecer!.
Expedia Brasil