5 tipos de comida americana que fogem dos fast foods

Não tem jeito, quando pensamos em comida nos Estados Unidos, imediatamente somos bombardeados por figuras na nossa cabeça mostrando letreiros enormes de grandes redes de fast food. Apesar dessa cultura ainda ser forte no país, não podemos resumi-lo apenas ao conceito de refeições expressas e enlatadas.

Talvez essa ideia esteja fortemente relacionada ao seu passado. Alguns dizem que essa cultura da gastronomia, digamos assim, não se desenvolveu plenamente como em outros países da Europa, porque as distâncias territoriais eram muito grandes e o fluxo da migração indígena não conseguia integrar seus hábitos alimentares. Um dos poucos ingredientes que até hoje ficou marcado, graças aos índios norte-americanos, é o uso constante do milho na cozinha.

Alguns relatos também afirmam que a ausência de uma corte real atrapalhou o desenvolvimento da cozinha americana, já que não era necessário preparar grandes banquetes ou festas reais.

Em um segundo momento, os movimentos de imigrantes foram muito importantes para o desenvolvimento gastronômico por lá, pois as cidades que receberam muitos deles foram impactadas diretamente com esses diferentes hábitos culinários.

Assim como os estados que fazem fronteira com o México recebem, até hoje, muita influência da cozinha mexicana, as regiões que receberam grande volume de imigrantes italianos e chineses também foram diretamente impactadas com costumes herdados e passados de geração para geração. Dizem até que as comidas italianas e chinesas são as segundas e terceiras cozinhas mais consumidas no país.

Prato típico da comida chinesa, direto do Mission Chinese, em Nova Iorque

Prato típico da comida chinesa, direto do Mission Chinese, em Nova York

Também não podemos esquecer que os Estados Unidos passaram por forte influência do movimento abolicionista, principalmente nos estados do sul e sudeste, e isso deixou uma marca muito importante na cultura alimentar que pode ser apreciada principalmente entre Luisiana, Tennessee, Mississipi, Carolina do Sul e Geórgia.

Atualmente, vemos alguns movimentos que se esforçam para trazerem comidas mais saudáveis e saborosas para o dia a dia da população, bem como grandes chefs desenvolvendo trabalhos emblemáticos, transformando a região em uma meca gastronômica de muitos foodies. Movimento este, encabeçado diretamente por cidades como Nova York, Chicago, Las Vegas e todo o estado da Califórnia.

Afinal de contas, quais são as comidas típicas americanas que fogem dessas marcas de praça de alimentação?

Barbecue Ribs

“A história do churrasco é a história dos Estados Unidos”. Quanto nacionalismo cabe numa frase de um livro de culinária? O mais importante é se jogar nessa tradição e provar um autêntico churrasco americano, principalmente as ribs, ou costelinhas.

O barbecue é um pouco diferente do que estamos acostumados a provar por aqui. As carnes são assadas por muitas horas em baixa temperatura na brasa de lenha, o que dá um toque mais defumado à carne. Nos estados do sul, a barbecue ribs não é apenas um prato, mas sim uma cultura local muito forte.

É assim que vai parecer o seu churrasco de costelinha, imperdível

É assim que vai parecer o seu churrasco de costelinha, imperdível

Apple pie

Outro prato muito relacionado ao nacionalismo americano e servido principalmente durante as comemorações do 4 de julho, a torta de maçã, a apple pie, é tradicional mas não originalmente americana. O primeiro registro encontrado escrito dessa receita foi publicado em um livro britânico de 1381.

Deixando essa questão da raiz para os historiadores, se você quer provar uma sobremesa tipicamente americana que vá muito além do milk-shake, a torta de maçã é um clássico que geralmente é servido com sorvete ou creme de baunilha.

Torta de maçã com sorvete de creme, um clássico americano

Torta de maçã com sorvete de creme, um clássico americano

Crab Cake

“Você já comeu Crab Cake? Diz que sim! Diz que sim!” Quase como uma convenção de apaixonados por crab cake, meus amigos salivavam ao contar como foi bom provar essa iguaria quando viajaram para Maryland, a terra do bolinho de caranguejo.

Essa torta é muito consumida principalmente entre os estados de New Jersey, Delaware e Maryland e se popularizou no final do século 19 e meados do 20, apesar de alguns livros retratarem o sucesso dos ingredientes mesmo antes desta data.

Bolinho de caranguejo, típico e perfeito para acompanhar drinks no verão

Bolinho de caranguejo, típico e perfeito para acompanhar drinks no verão

Pumpkin Pie

Como o próprio nome sugere, a torta de abóbora ou pumpkin pie, é feita basicamente com abóbora e condimentos como canela, gengibre, cardamomo e baunilha. A torta se popularizou no país principalmente depois da guerra civil e é um dos grandes símbolos do Dia de Ação de Graças, ao lado do famoso peru. Talvez seja algo como a nossa rabanada nas ceias de Natal, mas ela também pode ser servida durante o Natal e o Halloween.

A famosa torta de abóbora do Dia de Ação de Graças

A famosa torta de abóbora do Dia de Ação de Graças

Clam Chowder

Se você tem planos de viajar para Massachusetts, principalmente pela região de Boston, não deixe de provar a sopa de mariscos ou clam chowder, um prato típico de New England muito apreciado durante os meses mais frios do ano.

A clam chowder é uma sopa cremosa muito famosa, feita com mariscos da costa local e que também leva carne de porco, alho, cebola e batata. Ah, se estiver do outro lado da costa, também achará a mesma receita à moda local na região de San Francisco.

A sopa americana que está presente na maioria das cidades de praia

A sopa americana que está presente na maioria das cidades de praia

 

Natalie Soares
Siga-me no

Natalie Soares

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Pós-graduada em Mídias Sociais pela FAAP, é autora do blog de viagem e tecnologia Sundaycooks e fundadora da ABBV (Associação Brasileira de Blogs de Viagem). Atualmente trabalha como editora de conteúdo online e vive fazendo planos para a próxima viagem.
Natalie Soares
Siga-me no

Últimos posts por Natalie Soares (veja todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *