5 excelentes docerias em São Paulo (e uma sorveteria de enlouquecer!)

Boutique CFC

Ali não se encontra toneladas de marshmallow, bolos de churros ou tortas entupidas de doce de leite e nutella. Ao contrário, o que se encontra ali é delicadeza refletida em receitas, com queda para os clássicos, sempre muito bem executadas.

Não saia de lá sem provar a campeão de vendas, a Tarte au Gianduia . Crocante massa de cacau e amêndoas serve de base para cremoso gianduia (pasta de chocolate com avelã) finalizado com nibs de cacau.

Boutique CFC

Boutique CFC: delícias para comer por lá e também levar para casa

Casa do Sabor AMMA

O chocolate orgânico brasileiro AMMA abriu sua primeira e única doceria nos Jardins no anos passado. Quem está por trás das delícias é a doceira Carolina Iwai. Sua delicadeza na escolha e uso de ingredientes nacionais é tocante. Tem petit gateau de verdade, daqueles com recheio mega cremoso, assado na hora, feito com chocolate 75% cacau adoçado com açúcar de coco. Tem brigadeiro de chocolate 100% cacau coberto por nibs, algo que deixa bem evidente a doçura e gordura excessiva daqueles que estamos habituados a consumir. Tem biscoito de jatobá recheado por chocolate 70%.

Os brigadeiros da Casa do Sabor AMMA, 100% cacau

Os brigadeiros da Casa do Sabor AMMA, 100% cacau

Marilia Zylbersztajn Confeitaria

Passei apenas para conhecer. Pedi um pedaço da Torta Romeu e Julieta e um espresso. Então, na primeira mordida no creme sedoso de goiabada coberto por creme de catupiry (28 cm, R$ 125), já notei que o negócio ali era sério. Fui pra casa com mais cinco tipos de bolos e tortas. Depois de provar todos, veio a certeza: Marilia Zylbersztajn não está pra brincadeira.

Faça um favor a si mesmo: coma o Bolo de chocolate sem farinha (30 cm, R$ 120; R$ 12, o pedaço). Sério, é um troço de enlouquecer, meio que um cruzamento entre mousse e brownie.

Torta de café da Marilia Zylbersztajn Confeitaria

Torta de café da Marilia Zylbersztajn Confeitaria

Sonheria Dulca

A tradicional doceria Dulca – criada há 60 anos, em São Paulo – inaugurou, em 2015, sua primeira loja especializada em sonhos. O nome? Sonheria, claro. A ideia nasceu do sucesso das food bikes da Dulca, dedicadas ao doce, criadas há cerca de um ano.A massa do sonho, feita através de fermentação natural, confere leveza e mais sabor. O processo, todo artesanal, é mantido sem segredo, assim como os ingredientes utilizados. Há oito opções de recheio, incluindo o tradicional, de creme de confeiteiro.

Sonheria Dulca, difícil escolher a melhor opção

Sonheria Dulca, difícil escolher a melhor opção

Confeitaria Dama

A estrela da casa é, sem dúvida alguma, o mil folhas. Lindo, grande, massa moreninha de espessura milimétrica e crocância ímpar que quebra belamente com o encostar do garfo, misturando-se ao leve e delicioso creme de confeiteiro: como são feitos diariamente em pequena quantidade, é melhor ir cedo ou reservar pra não ter a desagradável surpresa do estilo “tem mas acabou”.

Confeitaria Dama, excelente opção em Pinheiros

Confeitaria Dama, excelente opção em Pinheiros

Gelato Boutique

100% artesanais, frescos, cremosos, sedosos, leves, sem adição de pasta industrializada, com ingredientes de qualidade e adoçados no ponto: assim são seus sorvetes, tão bons – ou melhores – quanto os vários que tomei na Itália. E também criativos, como o de chocolate, maracujá e nibs de cacau (AmmaPassione) e o de doce de leite com cumaru.C

erca de 12 sabores se revezam no balcão, como o Miele (açafrão e mel de castanheira), o Baunilha 360 (favas naturais de três origens), Crocante de castanha de cajú, açaí com banana, abacate, chocolate AMMA 70% cacau a base de água, Agrumi(creme com raspas de laranja e Grand Marnier), entre outros. A maioria dos sabores de fruta são sorbets, produzidos sem leite, e conseguem manter incrível cremosidade mesmo sem uma gota de leite.

Sorvetes exóticos da Gelato Boutique

Sorvetes exóticos da Gelato Boutique

Ailin Aleixo

Ailin Aleixo

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Ailin Aleixo é jornalista e há 15 anos escreve sobre gastronomia. Já foi editora de revistas como Viagem e Turismo, Época e VIP. Há seis anos criou um dos maiores sites de gastronomia e turismo gastronômico do país, o Gastrolândia.
Ailin Aleixo

Últimos posts por Ailin Aleixo (veja todos)