Compartilhe
0

24 horas em Estocolmo

Estocolmo é uma cidade incrível, mas muito cara, especialmente agora em que a crise econômica brasileira está tentando nos abater. Ainda assim, a cidade vale cada centavo investido. Ouso dizer que foi por aqui onde eu tive as melhores experiências gastronômicas da minha vida. E Estocolmo é chique, tem um ar levemente sisudo, mas a cidade é cosmopolita e pode ser bem divertida se você achar os lugares certos. Também é um paraíso para quem gosta de arte e cultura. Quem quiser gastar pouco, vale conferir essa lista com 14 museus com entrada gratuita.

Quem gosta de Ingmar Bergman, Ingrid Bergman, Stieg Larsson e Greta Garbo tem bons roteiros cinematográficos para fazer na cidade.

Estocolmo conta com muitas áreas verdes, natureza, mesmo aqui, ao redor do palácio real

Estocolmo conta com muitas áreas verdes, natureza, mesmo aqui, ao redor do palácio real

Caso você tenha apenas um dia na cidade, prepare-se para bater muita perna, mas também abuse do transporte público. Vale comprar um passe para usar por 24 horas, pois fará uma boa economia. O valor é 115 coroas suecas ou cerca de US$ 14.

Comece a manhã nas medições de Gamla Stan, a cidade velha, considerada o maior e mais bem preservado centro de cidade medieval da Europa. Foi fundada em 1252 e é um dos cartões postais de Estocolmo. Os melhores cafés estão em Södermalm ou Soder como é carinhosamente chamado pelos suecos, porém como seu tempo é curto, o bairro fica para depois.

Manhã

Quem quiser investir num café caprichado com direito aos melhores ovos benedicts da cidade, pode se deleitar com o buffet do clássico Grand Hotel, que fica bem em frente ao Castelo Real proporcionando uma vista impressionante. Por lá o café é servido das 7 às 10h30. Södra Blasieholmshamnen 8, Estocolmo. Horários: Segunda à sexta, das 7h às 10h30 e sábado e domingo, das 7h às 11h

Caso prefira algo mais rápido, uma boa opção é o Chokladkoppen, bem no meio do burburtinho turísitico da Gamla Stan, onde muitos afirmam ter o melhor chocolate quente do planeta. O lugar é realmente turístico e talvez um pouco mais caro do que vale. No verão a boa pedida é sentar na área externa e ficar assistindo as pessoas irem e virem. O único problema é que ele só abre às 10h. Stortorget 18, Gamla Stan. Horários: Segunda à Quinta, das 10 às 22h. Sexta e Sábado, das 10 às 23h e Domingo, das 9 às 22h.

Depois do café dê um passeio pelo centro velho para apreciar a arquitetura do século XIII e se perder em suas ruelas. Visite o Polkagriskokeri, para ver como são fabricados os doces típicos suecos e, claro, experimentá-los também.

O centro histórico de Estocolmo é um convite para caminhar entre as ruelas cheias de lindos prédios com arquitetura antiga super preservada

O centro histórico de Estocolmo é um convite para caminhar entre as ruelas cheias de lindos prédios com arquitetura antiga super preservada

Após a Gamla Stan você pode optar entre duas escolhas. Caso goste de arte, o Moderna Museet, museu dedicado à arte contemporânea, vale a visita. Ele fica na ilha Skeppsholmen, a 20 minutos de caminhada a partir da cidade velha. A entrada para conhecer a coleção do museu é gratuita, mas é cobrada a visita às exposições temporárias. Até o fim de abril tem uma ótima exposição do Paul Klee acontecendo. Slupskjulsvägen 9, Skeppsholmen. Horários: Terça, das 10 às 20h; Quarta e quinta, das 10 às 18h; Sexta, das 10 às 20h; Sábado e domingo, das 10 às 18h. Não abre às segundas.

A blogueira que vos fala, curtindo as delícias de Estocolmo

A blogueira que vos fala, curtindo as delícias de Estocolmo

Caso você queira mesmo é diversão, dirija-se ao Abba Museum, que é super interativo e conta a história da banda e traz uma mostra de roupas, discos de ouros entre outros objetos. Você ainda pode subir no palco e cantar, sentindo-se assim o quinto membro do Abba. Djurgårdsvägen 68, os horários variam de acordo com a época do ano. Ingressos: 195SEK, cerca de US$23.

Almoço

A essas alturas você provavelmente já estará com muita fome. Hora de ir para Söder. Independente do museu em que você estiver, você irá levar cerca de 20 minutos para chegar no bairro de transporte público. Então vale um almoço rápido para continuar explorando a cidade. Um dos lugares mais tradicionais é a banca do Nystekt Strömming para comer um bom arenque frito acompanhado de batatas e cebola roxa. Além de tudo, é ótimo e barato. Sodermalmstorg 1 (fica na praça de Söderlman). Diariamente das 10 às 21h.

Caso queira mesmo é sentar e almoçar tranquilamente, o meu lugar favorito é o Urban Deli. Ambiente descolado, frequência interessante e comida de comer de joelhos de tão boa. O lugar é super disputado. Caso tenha que esperar, sente no balcão e espere tomando uma taça de champanha, afinal você está de férias, não é mesmo? O menu é bem variado e todo prato tem a harmonização da melhor bebida para acompanhá-lo. Nos finais de semana tem brunch até às 16h e o vegetariano é inacreditavelmente bom, acompanhado de ovos mexidos (feitos divinamente) e cogumelos. Outra boa pedida é o sanduíche de porco, que na Suécia é bem comum. Caso seja um dia ensolarado, prefira uma mesa externa que fica em frente a um delicioso parque. Nytorget 4 – 116 40 Estocolmo. É possível reservar:+46 8-599 091 80 – Horários: Seg-Ter: 8 às 23h, Qua-Quin: até à 0h, Sex-Sab: 8 à 1h. Não abre aos domingos.

Tarde

Após o almoço passeie ao longo da Götgatan e suas transversais. Por ali há de tudo um pouco com muitas lojas bacanas. Não deixe de visitar a Grandpa, loja super descolada que vende roupas femininas e masculinas, objetos de design e acessórios. Dá para se perder um pouco lá dentro. Södermannagatan, 21. Horários: Segunda à sexta, das 11 às 18h30; Sábado, das 11 às 17h e Domingo, das 12 às 17h.

Depois de bater perna não deixe de entrar no clima sueco e se entregar a uma “fika”, ou seja, o momento sagrado a tarde para um café e um docinho. Em Söder não faltam bons lugares para isso. Você pode se entregar a qualquer portinha charmosa por ali, pois elas não faltam ou experimentar o Älskade Traditioner, que tem uma lista infindável de guloseimas. Södermannagatan 42. Horários: Segunda à sexta, das 10h às 19h, sábado e domingo, das 10h às 18h.

O super cool Askade Tradicioner

O super cool Alskade Traticioner

Para ver um pouco mais da cidade, a minha sugestão é ir para o Centro (novo) da cidade. Pegue o metrô até a estação Hötorget e siga para Drottninggatan, calçadão cheio de marcas de roupas suecas. Aliás, não deixe de visitar a & Other Stories, a marca mais legal da grande rede H&M. Além de roupas, eles tem acessórios incríveis e uma ótima curadoria de livros e revistas. Dá para ir caminhando até Östermalm e visitar o belo mercadão Östermalms Saluhall, que é pequeno tendo apenas 22 estabelecimentos, mas foi aberto em 1888 e é um dos mercados mais bonitos que já fui. Östermalmstorg, 114. Horários: Segunda à quinta, das 9h30 às 18h; Sexta até 19h e Sábado, até às 16h.

Início da noite

Melhor momento para tomar um bom drink e também não faltam bons lugares, mas vale retornar à Söder. Algumas boas opções são o Babylon (Björns Trädgårdsgränd 4), Nada Bar (Åsögatan 140) ou o Linje Tio (Hornsbruksgatan 24). Caso queira ter uma experiência diferente, vá ao Bio Rio, um cinema bar que serve drinks incríveis e tem bons filmes em cartaz.

O Rival é um hotel boutique em Södermalm, onde abriga o Bar & Bistro, uma ótima escolha para tomar ótimos drinks. Super cool, é comandado pelo Benny Andersson, do Abba. Não precisa nem falar mais nada, né? Mariatorget 3, Estocolmo. Tel: +46 (0) 8-545 789 00. Horários: Seg-Qui: 16 à 1h. Sex-Sab: 13 às 2h. Dom: 13 às 23h.

Jantar

Estocolmo oferece uma boa variedade de cozinha. O momento é de pizza e elas são super saborosas. Outra boa pedida na cidade é sushi ou, claro, a cozinha sueca.

Quem quiser entrar na onda e comer uma boa pizza ou mesmo um prato italiano, o novo lugar da vez é o Babette, que fica do outro lado da cidade, em Vasastan. Roslagsgatan 6. Aberto diariamente a partir das 17h.

Quem quiser ver como é comer sushi em Estocolmo, um bom lugar é o Blue Light Yokohama, na Åsögatan 170, Söder.

Caso queira um lugar diferente e queira continuar nos drinks, vá ao Gondolen, que faz ótimos coquetéis e tem em sua gastronomia, a cozinha sueco-francesa. O lugar é uma boa pedida para apreciar Estocolmo do alto. Stadsgården 6 (sugerimos reservar mesa). Horários: Segunda, das 11h30 às 23h, terça à sexta, das 11h30 à 1h e sábado, das 16 à 1h. Fechado aos domingos.

O Gondolent traz

O Gondolen traz uma vista incrível da cidade, além de boa gastronomia

Riche é um bar/restaurante francês super tradicional fundado em 1896 inspirado no Café Riche, que existiu na belle epoque francesa. É frequentado por artistas e descolados. Obrigatório reservar uma mesa, caso contrário correrá o risco de perder a viagem. O lugar, além de bonito, mistura a gastronomia francesa com a sueca resultando em deliciosos pratos. A carta de vinhos é excepcional com opções dos 4 cantos do planeta, mas com valores elevados. Na dúvida, peça pelo peixe com purê e molho trufado para comer de joelhos. O couvert é uma cesta de pãos. Ele não está entre os mais baratos, mas vale cada coroa gasta. Birger Jarlsgatan 4, Östermalm. Horários: Seg à Terça, das 7h30 às 1h; Quarta e quinta, das 7h30 às 2h; Sábado, das 11 às 2h e Domingo, das 11 à 1h.

Para fechar a noite

Isso vai depender um pouco do dia da semana em que você estará em Estocolmo. Pode continuar no drink ou pode tentar alguma festa.

Debaser é um dos clubes mais bacanas e tem três endereços (um fica deles fica debaixo de uma ponte): Medis, Slussen (onde a famosa Gamla Stan e Söder se encontram, mas no momento se encontra fechado para reforma) e um na Storgatan. No verão o clube conta com um terraço incrível e bons shows.

Caso tenha mais tempo na cidade e queira explorar outros lugares, tem um guia bem completo que eu fiz aqui. Também vale conferir o nosso guia para curtir a cidade em um dia aqui.

Compartilhe
0
Lalai Persson

Lalai Persson

Autora chez Viajando - Expedia Brasil
Lalai Persson é DJ e produziu festas por 5 anos em São Paulo, trabalhou por 10 anos com publicidade, é uma das co-fundadoras da agência Remix Social Ideas, além de ser curadora da área de música de eventos como youPIX e Campus Party. É blogueira desde o início de 2000 e em 2013 criou o Chicken or Pasta, site de lifestyle de viagens. Atualmente está na estrada sempre que possível.
Lalai Persson

Últimos posts por Lalai Persson (veja todos)