10 Cidades que contam um pedacinho da história do Brasil

E l√° se v√£o 516 anos desde que a frota comandada por Pedro √Ālvares Cabral descobriu nossas terras tupiniquins, naquele 22 de abril de 1500. De l√° pra c√°, muitas outras conquistas foram celebradas, riquezas foram descobertas e lugares foram explorados. Com tanta hist√≥ria para contar, fica dif√≠cil conhecer todos os detalhes desse Brazilz√£o cheio de tesouros, mem√≥rias e tradi√ß√Ķes.

Por esse, e tantos outros motivos, resolvemos trazer uma sele√ß√£o das 10 cidades brasileiras que contam ‚Äď com toda a excel√™ncia – um peda√ßo da hist√≥ria do nosso pa√≠s. Descubra as maravilhas discretamente moldadas entre seus patrim√īnios e atra√ß√Ķes e encontre o destino perfeito para curtir as suas pr√≥ximas f√©rias.

[smartslider2 slider=”10″]

  1. Porto Seguro

Marcado como o primeiro local onde a frota de Pedro √Ālvares Cabral desceu em 1500, foi l√° que aconteceu o registro do descobrimento do Brasil. Desempenhando papel importante nos primeiros anos de coloniza√ß√£o, Porto Seguro √© considerado o primeiro n√ļcleo habitacional do pa√≠s. As lindas paisagens e o clima favor√°vel do sul da Bahia, apenas colaboraram para manter a fama de um dos destinos mais disputados no ver√£o brasileiro.

  • A Cidade Hist√≥rica √© o marco do descobrimento que simboliza o poder da coroa portuguesa. Ali tamb√©m est√° a Igreja Nossa Senhora da Pena, que guarda imagens sacras dos s√©culos 16 e 17, e a Casa de C√Ęmara e Cadeia, que abriga o Museu de Porto Seguro.
  • O Memorial da Epopeia do Descobrimento compartilha uma √°rea de 20 mil metros quadrados com um imenso jardim bot√Ęnico de vegeta√ß√£o t√≠pica de restinga e uma r√©plica da Nau Capit√Ęnia.
  • Al√©m de todos os museus e constru√ß√Ķes, a preserva√ß√£o hist√≥rica √© relatada desde a cultura dos √≠ndios patax√≥s ‚Äď que pode ser vista na praia de Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabr√°lia -, at√© as riquezas naturais do Parque Marinho Recife de Fora.
  • A Passarela do Descobrimento ‚Äď mais conhecida como ‚ÄúPassarela do √Ālcool‚ÄĚ ‚Äď concentra os bares, restaurantes de comida t√≠pica, lojas de artesanato e souvenirs para quem busca um pouco de anima√ß√£o.
  • Em √°reas de preserva√ß√£o de Mata Atl√Ęntica, como o Parque Nacional de Monte Pascoal, √© poss√≠vel observar centenas de esp√©cies de animais entre as diversas trilhas da regi√£o.

Confira as op√ß√Ķes de hot√©is em Porto Seguro

  1. S√£o Jo√£o Del Rei

A 200 quil√īmetros de Belo Horizonte, a mistura da modernidade com o estilo barroco que remete aos tempos do Brasil Col√īnia constr√≥i as caracter√≠sticas dessa cidade tipicamente mineira. De um simples povoado do s√©culo 18, terra tamb√©m do Ex-Presidente Tancredo Neves, o munic√≠pio se transformou em um importante polo comercial e tur√≠stico do estado.

  • Os tradicionais tours pelo centro hist√≥rico s√£o mais do que o suficiente para apreciar as casas coloniais, suas ruas antigas e igrejas centen√°rias ‚Äď voc√™ pode fazer a p√© ou a bordo de um daqueles antigos √īnibus estilo ‚Äújardineira‚ÄĚ.
  • O passeio de Maria Fuma√ßa ‚Äď constru√≠da em 1881 ‚Äď que leva at√© o munic√≠pio vizinho de Tiradentes, √© praticamente obrigat√≥rio.
  • Confira os roteiros culturais e conhe√ßa um pouco mais das lendas da cidade, dos artes√Ķes locais e da m√ļsica barroca.
  • O feriado da Semana Santa √© uma das maiores atra√ß√Ķes da regi√£o ‚Äď al√©m de toda festan√ßa, √© quando todas as igrejas hist√≥ricas ficam abertas √† visita√ß√£o.
  • E ainda tem muita hist√≥ria pra contar na: Casa do Bar√£o de Itamb√©; Casa de B√°rbara Eliodora; Esta√ß√£o e Museu Ferrovi√°rio; Museu Regional de S√£o Jo√£o Del Rei; e Memorial Tancredo Neves.
  1. Diamantina

Literalmente um tesouro, tamb√©m do estado de Minas Gerais, a forma√ß√£o da cidade foi sustentada √† explora√ß√£o do ouro e do diamante. Personalidades como Chica da Silva, a escrava que teve vida de rainha ao se casar com um contratador portugu√™s; e o ex-presidente Juscelino Kubsticheck, refor√ßam a fama da regi√£o. Al√©m de todas as edifica√ß√Ķes hist√≥ricas e uma natureza intoc√°vel, Diamantina guarda uma s√≥lida tradi√ß√£o religiosa, folcl√≥rica e musical, al√©m do reconhecimento mundial de Patrim√īnio Cultural da Humanidade.

  • O conjunto arquitet√īnico do Centro Hist√≥rico da cidade (tombado pelo Instituto do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional) √© incr√≠vel.
  • Ocupando um casar√£o de 1759, o acervo do Museu do Diamante re√ļne desde utens√≠lios utilizados na minera√ß√£o de diamantes, armas, lou√ßas, at√© obras de arte e mobili√°rio dos s√©culos 17 a 19.
  • Onde antes era ponto de venda de mercadorias trazidas pelos tropeiros, hoje √© o Mercado Velho que abriga o Centro Cultural David Ribeiro, e aos s√°bados acontece a tradicional feira de comidas, hortifruti e artesanato.
  • E para conhecer a hist√≥ria das ‚Äúpersonalidades‚ÄĚ, a Casa de Juscelino foi transformada em museu; e o bonito sol√°rio que foi resid√™ncia da escrava Chica da Silva, hoje funciona como sede do Instituto do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional (Iphan) com uma bela cole√ß√£o de quadros que retratam a rainha.
  1. Ouro Preto

Considerada uma das principais cidades brasileiras relevantes √† constru√ß√£o da mem√≥ria nacional, Ouro Preto √© tamb√©m reconhecida pelas ladeiras e o marcante estilo barroco nas sua bel√≠ssima arquitetura. Ilustre por ser o cen√°rio da inconfid√™ncia mineira em pleno ciclo do ouro, o munic√≠pio preserva joias, tradi√ß√Ķes e mant√©m um charme que fica dif√≠cil n√£o se apaixonar.

  • N√£o deixe de visitar as igrejas de Nossa Senhora do Pilar, decorada com mais de 400 quilos de ouro; e a de S√£o Francisco de Assis, uma obra-prima de Aleijadinho, considerada um √≠cone do estilo no pa√≠s.
  • Al√©m de caminhar pelas ladeiras do centro hist√≥rico, apreciar suas belezas do alto do Mirante da Casa dos Inconfidentes √© ainda mais emocionante. E de quebra voc√™ j√° visita o Museu l√° em cima.
  • As minas s√£o bem populares, claro. Tem a Mina de Santa Rita (uma das primeiras de Minas Gerais, datada do s√©culo XVIII) com cerca de 115 metros para visita√ß√£o guiada e segura; al√©m das minas do Chico Rei, Jeje, Du Veloso e Felipe dos Santos.
  • Para explorar as redondezas, pegue uma carona na antiga maria-fuma√ßa at√© o munic√≠pio de Mariana; ou conhe√ßa o parque estadual do Pico do Itacolomi, com 75 km2 repletos de mirantes naturais.
  • Passeie pelas lojas e cafeterias da Rua Direita, visite as galerias de arte e centros culturais, e garimpe pe√ßas √ļnicas nas feiras de artesanato e antiqu√°rios da cidade.
  1. Tiradentes

Foi a descoberta de ouro nas encostas da Serra de São José que fundou o município de Tiradentes, considerada uma das cidades históricas mais charmosas do estado de Minas Gerais. Os antigos sobrados dão espaço aos restaurantes, pousadas e antiquários, arranjados sob suas calçadas de pedras pés-de-moleque, ainda da época colonial.

  • Um dos passeios mais populares √© feito de charrete. No circuito do centro hist√≥rico voc√™ pode conhecer algumas atra√ß√Ķes como: o Chafariz de S√£o Jos√©, o Museu Padre Toledo e a bel√≠ssima Igreja Matriz de Santo Ant√īnio, famosa pelos trabalhos atribu√≠dos a Aleijadinho.
  • Em Janeiro, todos os anos acontece a Mostra de Cinema de Tiradentes com exibi√ß√£o de curtas e longa-metragem e muita divers√£o.
  • No inverno √© a vez do Festival Cultura e Gastronomia. No Largo das Forras, a pra√ßa central da cidade √© o palco para saborear as del√≠cias preparadas por grandes chefs de cozinha.
  • As paisagens formadas pelas molduras da Serra de S√£o Jos√© s√£o espetaculares e, suas trilhas, um √≥timo convite para se exercitar ao ar livre.
  • No quesito artesanato, os ateli√™s espalhados pelas ruas da C√Ęmara e Direita exibem pe√ßas extraordin√°rias; al√©m das oficinas do distrito do Bichinho, um pouco mais afastado do centro.
  1. Petrópolis

O munic√≠pio localizado no interior do Rio de Janeiro, muitas vezes referido √† ‚ÄėCidade Imperial‚Äô, foi fundado por D. Pedro I que escolheu a regi√£o para escapar do calor√£o do litoral carioca. Pois √© exatamente pelo mesmo motivo que a maior cidade da Regi√£o Serrana Fluminense se tornou um dos destinos preferidos dos cariocas no inverno. O clima fresco da serra √© s√≥ mais um aliado √† excelente estrutura do com√©rcio e da rede de hot√©is que atendem os turistas calorosamente.

  • N√£o deixe de conhecer as trilhas, cachoeiras e os mirantes naturais da bel√≠ssima Serra dos √ďrg√£os.
  • Os palacetes e casar√Ķes do s√©culo 19, hoje d√£o lugar aos diversos centros culturais, como o Museu Imperial, um dos principais cart√Ķes-postais da cidade ‚Äď nas noites de quintas e s√°bados o espet√°culo Som e Luz conta hist√≥rias do Segundo Reinado.
  • Mantendo as tradi√ß√Ķes, as charretes ganham ar de carruagens e circulam pelo centro hist√≥rico. Destaque para as casas da Princesa Isabel, Santos Dumont e Rui Barbosa.
  • Confira a programa√ß√£o musical do Pal√°cio de Cristal; agende uma visita ao antigo cassino – o Pal√°cio Quitandinha; e d√™ uma garimpada pelo com√©rcio da Rua Teresa.
  1. Paraty

A regi√£o j√° foi terra dos √≠ndios Guaianases e fez parte do ‚ÄėCaminho do Ouro da Piedade‚Äô ‚Äď rota que atravessava a Serra do Mar, partindo do litoral carioca at√© o vale do Rio Para√≠ba, no interior de S√£o Paulo. Seu porto chegou a ser o segundo mais importante do Brasil e, em 1966, foi contemplada como Monumento Nacional. A combina√ß√£o de hist√≥ria, cultura e uma natureza incr√≠vel faz de Paraty um destino mais do que especial.

  • O Caminho do Ouro, trecho da Estrada Real em Paraty, √© um passeio imperd√≠vel.
  • J√° para conhecer o Caminho nos m√≠nimos detalhes, visite o Parque Tem√°tico Mini Estrada Real – com miniaturas dos monumentos e constru√ß√Ķes do Caminho do Ouro, bem representados com seus casar√Ķes, igrejas e pontos tur√≠sticos.
  • As praias e ilhas quase desertas s√£o um dos pontos mais bonitos do litoral brasileiro.¬†H√° v√°rios roteiros de escunas, valeiros ou pequenas traineiras que saem para mergulhos e passeios.
  • Por terra, al√©m das trilhas e cachoeiras, considere alugar um jeep, sair de bike, ou pegar um cavalo para explorar a regi√£o e suas tradi√ß√Ķes.
  • Das atra√ß√Ķes culturais, tem ainda o Teatro de Bonecos e a Casa da Cultura de Paraty.
  • A 30 km do trevo de Paraty est√° o munic√≠pio de Trindade. Localizado dentro da √Ārea de Prote√ß√£o Ambiental do Cairu√ßu, vale a pena reservar um dia para conhecer a regi√£o. √Č maravilhosa.
  1. Olinda

As ladeiras da terceira maior cidade de Pernambuco conserva o t√≠tulo de Patrim√īnio Cultural da Humanidade, respeitando seu passado e mantendo a arquitetura quatrocentista dos seus casarios. Considerada uma das localidades coloniais mais bem preservadas do Brasil, Olinda j√° vem se firmando como um dos mais novos polos gastron√īmicos da Regi√£o Metropolitana de Recife.

  • Eleita a primeira Capital Brasileira da Cultura, os mais de 70 ateli√™s da cidade exp√Ķem obras de artistas pl√°sticos como Jo√£o C√Ęmara, Tereza Costa Rego e Guita Charifker.
  • As bicas, que foram constru√≠das para suprir a falta de √°gua da Vila de Olinda no passado, fazem parte das atra√ß√Ķes. Destaque para a Bica do Ros√°rio, que talvez seja a √ļnica remanescente do Val de Fontes, um riacho existente no s√©culo XVI.
  • Mantendo a edifica√ß√£o original, quando ainda era utilizado como mercado de abastecimento, hoje o Mercado da Ribeira re√ļne v√°rias galerias de artesanato e oficinas de pintura, gravuras e entalhadores.
  • Marca da hist√≥ria da cidade, o Carnaval de Olinda √© uma atra√ß√£o √† parte. Caracterizado pelos bonecos gigantes ‚Äď representados por importantes personalidades hist√≥ricas do Brasil e do mundo ‚Äď a festa surgiu no come√ßo do s√©culo XX, junto com os clubes carnavalescos.
  • Para visitar tem ainda diversos museus, como o do Mamelungo – o primeiro museu dedicado a bonecos populares na Am√©rica Latina; o Farol de Olinda; e a rua do Amparo, o polo cultural e comercial da cidade.
  1. S√£o Luiz

A influ√™ncia da cidade do litoral maranhense vem de uma mistura cultural dos nativos portugueses, franceses e africanos. Seus casar√Ķes e fachadas azulejares, constru√ß√Ķes do s√©culo XIX, transformaram a capital no maior conjunto arquitet√īnico homog√™neo da Am√©rica Latina. Nas ra√≠zes tamb√©m est√£o a riqueza de poemas dos seus grandes escritores; dos ritmos do tambor de crioula, do reggae e do bumba-meu-boi.

  • Combinando teatro, m√ļsica e dan√ßa, a representa√ß√£o folcl√≥rica do Bumba-Meu-Boi – que acontece todos os anos nos meses de junho e julho – √© uma das festas mais concorridas em S√£o Luiz.
  • √Č no centro hist√≥rico, no bairro de Praia Grande, que est√£o concentrados os mais de tr√™s mil sobrados em estilo tradicional portugu√™s.
  • O Museu Hist√≥rico e Art√≠stico do Maranh√£o √© constitu√≠do de pe√ßas doadas por descendentes de antigos moradores, reconstituindo o cotidiano da cidade no s√©culo 19.
  • Praticamente todos os espa√ßos culturais, lojas e restaurantes preservam as estruturas dos antigos solares dos bar√Ķes. Dentre tantos outras atra√ß√Ķes, vale uma visita: Teatro Arthur Azevedo, Pal√°cio dos Le√Ķes e Casa do Nhozinho.
  • Em um ambiente totalmente diferente, do outro lado do Rio do Anil est√° a parte nova de S√£o Luiz com os shoppings, restaurantes sofisticados e os barzinhos badalados.
  1. Salvador

Pode-se dizer que a hist√≥ria do Brasil teve in√≠cio na Bahia. Sendo intitulada a primeira capital do pa√≠s (at√© 1763), a tamb√©m capital baiana foi descoberta depois que um navio franc√™s naufragou na regi√£o. Na bagagem, trouxe a bordo um dos mais importantes personagens hist√≥ricos da coloniza√ß√£o baiana, Diogo √Ālvares, conhecido como Caramuru; al√©m da tamb√©m famosa √≠ndia Paragua√ßu

  • Entre as tradicionais casinhas coloridas do Pelourinho ‚Äď considerado como centro da cultura africana no Brasil -, o Terreiro de Jesus √© um lugar especial para curtir os costumes e tradi√ß√Ķes. Todas as ter√ßas-feiras tem um show na Escadaria do Passo com m√ļsicos locais.
  • Descendo a Ladeira do Contorno, voc√™ pode apreciar o Solar do Unh√£o, joia rara do colonial baiano do s√©culo XVII, e o antigo Forte de S√£o Marcelo.
  • No caminho tem ainda a igreja de Nossa Senhora da Concei√ß√£o da Praia; o centen√°rio elevador Lacerda, a fonte de M√°rio Cravo e o Farol da Barra.
  • Popular centro de comercializa√ß√£o de artesanato e produtos t√≠picos baianos, o Mercado Modelo √© um dos principais pontos tur√≠sticos de Salvador, tombado pelo Instituto do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional em 1966.
  • Em termos de belezas naturais, ainda com caracter√≠sticas das antigas vilas de pescadores, n√£o deixe de conhecer: a Praia do Forte, a Ilha dos Frades e o Morro de S√£o Paulo.

Veja mais op√ß√Ķes de roteiro em Salvador

 

 

Autor

Expedia Brasil

Bem-vindos ao site Viajando com a Expedia - Aqui, voc√™ encontrar√° todas as dicas e conselhos de viagem da nossa rede de especialistas do mundo todo, al√©m das novidades sobre as novas tend√™ncias de viagem e as √Ļltimas not√¨cias sobre os problemas enfrentados pela ind√Ļstria do turismo. Viajando com a Expedia traz tamb√©m milhares de informa√ß√∂es e recursos para que voc√™ possa desfrutar ao m√°ximo de sua pr√≥xima viagem. Aproveite e explore o que a Expedia tem a oferecer!.

Anterior Sinta o verdadeiro México: tradição e religião no deserto de San Luis Potosí
Próximo As melhores chocolaterias de Lausanne

0 Comentários

Ainda sem comentários

Deixe um comentário