10 cidades para mandar a sua sogra “passear”

É claro que cada família tem a sua própria rotina, seu estilo de vida, com ou sem filhos, e por aí vai. Mas uma coisa que praticamente toda família tem é uma sogra. Em comemoração ao Dia da Sogra – celebrado no dia 28 de abril – e para mostrar que, independentemente de qualquer desavença, ciúme, diferenças, ou até para provar uma pitada extra de amor e carinho, que tal “mandar” a sua sogra passear.

 

Veja bem, pode ser que você esteja precisando de umas férias da sogra, mas quem disse que ela também não precisa de uma folguinha e tirar um tempo só pra ela? Pois aqui listamos uma seleção super bacana de 10 cidades perfeitas para dar uma escapada com a família.

Morro de São Paulo

Foto por: Flickr/Creative Commons/Andrés Moreira/Via/https://flic.kr/p/6f81SJ

Caldas Novas

Foto por: Flickr/Creative Commons/Rosanetur/Via/https://flic.kr/p/nEBCz8

Brumadinho

Foto por: Flickr/Creative Commons/Josep/Via/https://flic.kr/p/3Pm4YN

Chapada Diamantina

Foto por: Flickr/Creative Commons/Daniel Fucs/Via/https://flic.kr/p/akY5EN

Bonito

Foto por: Flickr/Creative Commons/Rosanetur/Via/https://flic.kr/p/xeqW8b

Foz do Iguaçu

Banco de Imagens Destino Iguaçu

Aracaju

Foto por: E-Sergipe - Flickr: Caranguejo Sergipano. Foto: Lízia

Porto de Galinhas

Foto por: Flickr/Creative Commons/Rosanetur/Via/https://flic.kr/p/yrEzgm

Águas de Lindóia

Foto por: Flickr/Creative Commons/Mark Hillary/Via/https://flic.kr/p/fkoTBJ

Rio das Ostras - Boca da Barra

Foto por: Mauricio Rocha

 

1) Morro de São Paulo

Começando bem no maior clima de “relaxamento”.  Um dos maiores polos turísticos da Bahia, o Morro de São Paulo, localizado no belíssimo arquipélago Tinharé, representa a cultura baiana marcada por crenças populares, celebrações religiosas, muita dança e muita música em qualquer época do ano. Os famosos coqueirais, as paisagens já bem conhecidas da Mata Atlântica e seus rios e cachoeiras, torna o destino perfeito para uma viagem em família.

O que fazer:

  • O cenário deslumbrante de um dos mais lindos paraísos tropicais do mundo é o destino certo para quem adora dias quentes e atividades ao ar livre.
  • A Segunda Praia é o palco para a maioria dos esportes – volei, futevolei, kitesurf e capoeira, por exemplo. Além do surf e do mergulho, os passeios de tiroleza e de banana boat já são aconselhados na Primeira Praia.
  • O famoso passeio “Volta a Ilha de Tinharé” é imperdível. O tour pelas ilhas do arquipélago dura o dia inteiro (cerca de oito horas), com direito a mergulho nas piscinas naturais, almoço à beira-mar regado de frutos do mar e trilhas pela mata.
  • A visita à Praia do Curral também é difícil deixar de fora da programação. Nesse caso, o passeio é ideal para quem viaja sem crianças ou, principalmente a dois, já que as praias são semi-desertas, sem nenhuma estrutura e perfeitas para relaxar.
  • E saindo das areias, uma visita aos monumentos históricos como a Igreja Nossa Senhora da Luz; o Casarão; e a Fonte Grande, são apenas algumas sugestões.
  • Ah, e não deixe de assistir o pôr do sol na Toca do Morcego, um bar lounge que fica na Rua Caminho do Farol acima do porto do Morro de São Paulo.

 

2) Caldas Novas

Conhecida como a capital mundial das águas termais, Caldas Novas é considerada a maior estância hidrotermal do mundo e, além de muita água quente, o seu potencial turístico inclui riquezas naturais, uma deliciosa gastronomia, noites cheias de atrações e uma rede hoteleira completa para qualquer ocasião.

O que fazer:

  • Para experimentar as mais altas temperaturas, visite as nascentes termais da Lagoa Quente. No Poço do Queima Ovo, por exemplo, as águas podem chegar a 57°C.
  • Inclua no roteiro um passeio pelas tradições dos monges budistas no belíssimo Jardim Japonês. O contraste da cultural oriental com o cenário das antigas moendas e as rodas d’agua já valem a visita.
  • O Lago Corumbá oferece inúmeras atividades para todas as idades, principalmente esportes náuticos, como passeios de barco e pesca esportiva, além dos vários clubes espalhados pela orla.
  • Se programe para percorrer pelo menos uma das três trilhas do Parque Estadual da Serra de Caldas Novas. Com níveis de dificuldade – leve, moderada e difícil – as trilhas da Cascatinha, do Paredão e da Asa Delta, respectivamente, te levarão à paisagens incríveis.
  • Para conhecer a mais pura e saborosa cachaça de alambique artesanal do Brasil, não esqueça de passar na Cachaçaria Vale das Águas Quentes, que também comercializa licores exóticos, doces caseiros e muito artesanato que pode servir como ótimas lembranças.

Veja opções de hotéis em Caldas Novas.

 

3) Brumadinho

Localizada no Vale do Paraopeba, há apenas 60 quilômetros de Belo Horizonte, a simpática cidade de Brumadinho guarda uma das maiores preciosidades cultural e natural do país: O Instituto Inhotim – que leva o título de maior museu de arte contemporânea a céu aberto do mundo.

O que fazer:

  • Nota: desde fevereiro de 2016, a entrada no Inhotim é gratuita às quartas-feiras (com exceção de feriados).
  • Visite os mirantes e caminhe pelas trilhas do Parque do Rola Moça.
  • A cidade oferece desde ótimos hotéis 4 estrelas, como hotéis fazendas para toda família ou charmosas pousadas para os casais.
  • Paras os mais aventureiros, dá pra dar uma esticada até o distrito de Casa Branca, e aproveitar as cachoeiras e as áreas para a prática de atividades como arvorismo, cavalgadas e mountain-bike.
  • Abuse da culinária típica mineira: do tradicional pão de queijo, ao frango com quiabo, tutu de feijão e doce de abóbora.

 

4) Chapada Diamantina

Sede do segundo maior parque nacional do Brasil e berço de espécies exclusivas de plantas e animais, a Chapada está localizada no coração da Bahia. Considerada um oásis em pleno sertão nordestino, é impossível não ficar de boca aberta com essa arte da mãe natureza.

O que fazer:

  • A rica arquitetura, na sua grande maioria tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), torna a região um reduto para o intercâmbio cultural.
  • Como as atrações estão distribuídas por várias cidades vizinhas, como Mucugê, Andaraí e Vale do Capão, considere pernoitar em algumas delas.
  • Uma das principais cidades da Chapada é Lençóis. Além de concentrar uma excelente infraestrutura turística, conta com muitas atrações como o Parque Municipal da Muritiba (Serrano, Salões de Areia, Poço Halley, Cachoeirinha e Primavera).
  • Conheça os casarios do século 19 e aprenda sobre a história e cultura herdadas do garimpo, ainda no Ciclo dos Diamantes.
  • Dê uma conferida na agenda cultural: a Festa de São João e o Festival de Lençóis são os eventos mais populares.

Veja mais informações no Guia Chapada Diamantina

5) Bonito

Polo do ecoturismo mundial, as belezas naturais de Bonito são mais do que motivos para colocar a cidade na sua lista de destinos de viagem. Para tirar o maior proveito, o ideal é viajar no período de chuvas, entre dezembro e março, quando os animais aparecem e as cachoeiras estão cheias. Evite os meses entre maio e agosto, quando as queimadas são constantes.

O que fazer:

  • As principais atividades incluem mergulhos, rafting, trilhas, exploração de cavernas, e muita disposição.
  • Atrações mais famosas: Gruta do Lago Azul; Rio da Prata; Rio Formoso; Abismo Anhumas.
  • Mas Bonito também é perfeito para quem quer apenas contemplar os santuários, fazer leves cavalgadas e passeios de bicicleta.
  • Os passeios de contemplação da natureza e flutuação nos verdadeiros aquários naturais são perfeitos para todas as idades: Aquário Natural; Parque das Cachoeiras; Balneário Municipal.
  • A Praia da Figueira também é uma delícia para ficar de papo pro ar e se divertir nas águas doces de Bonito.

 

6) Foz do Iguaçu

A imensidão do conjunto de 275 quedas d’água das cataratas do Rio Iguaçu é o que leva milhares de turistas do mundo inteiro para Foz. No entanto, há diversas formas de conhecer uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza, tombado como Patrimônio da Humanidade. Avalie as opções de passeios e veja qual a melhor maneira de curtir de acordo com o seu grupo, aqui você encontra mais dicas de turismo em Foz do Iguaçu.

O que fazer:

  • Dentro do Parque Nacional, você pode escolher caminhar de um ponto ao outro ou ir pegando “carona” no trenzinho. Vai depender da sua disposição.
  • Vale muito a pena fazer o passeio de barco que te leva bem pertinho das quedas. Vá preparado para se encharcar.
  • De outro ângulo, se não temer a altura, faça o passeio de helicóptero. É impressionante!
  • Conheça o lado argentino também. Além de oferecer atrações diferentes, você pode aproveitar para conhecer a pequena cidade de Puerto Iguazú e fazer umas comprinhas.
  • Fora do Parque Nacional, faça o passeio de catamarã no Lago de Itaipu e visite também o Parque da Aves.

 

7) Aracaju

A capital sergipana pode não ser famosa pelas praias mais badaladas do Nordeste, mas tem muita coisa bacana pra se fazer por lá. Além de se lambuzar com os deliciosos pratos de frutos do mar nas tradicionais barracas da orla, aproveite para conhecer um pouco mais da cultura e dos costumes da região.

O que fazer:

  • A orla de Atalaia reúne os quiosques, bares e restaurantes com o melhor da gastronomia local, e ainda tem a ciclovia e diversas quadras esportivas.
  • Visite o interessante Oceanário de Aracaju, mantido pelo Projeto Tamar.
  • Se busca um pouco de privacidade, siga em direção as praias mais selvagens do litoral Norte. A Atalaia Nova e a Pirambu – santuário de tartarugas marinhas – são apenas algumas sugestões.
  • Conheça o Museu da Gente Sergipana, um espaço interativo em homenagem ao seu povo cheio de arte e muita história pra contar.
  • Para não voltar pra casa de mãos vazias, não esqueça de passar no Mercado Municipal e na Passarela das Flores.

 

8) Porto de Galinhas

A cerca de 50 quilômetros de Recife, no município de Ipojuca, está a célebre praia de Porto de Galinhas. A referência de toda essa fama vai para suas águas claras formadas entre corais e sua areia branca em meio aos coqueirais.

O que fazer:

  • Por lá, muita gente prefere se locomover de bugue – o que não é uma má ideia. O trajeto chamado de Ponta a Ponta, leva os turistas às praias do Cupe, Muro Alto, Maracaípe e Pontal de Maracaípe.
  • Já para explorar as piscinas naturais, o passeio é de jangada.
  • A praia de Maracaípe é o point para praticar esportes náuticos, enquanto a praia de Muro Alto concentra a maioria dos grandes hotéis e resorts da região.
  • No centro da vila, andar a pé é melhor maneira para conferir de perto o artesanato produzido pelos nativos.
  • De caiaque ou de jangada também dá pra conhecer o Manguezal de Maracaípe, e ter a experiência incrível de observar as diferentes espécies de cavalos-marinhos nativas da região.

 

9) Águas de Lindóia

Considerada uma das onze estâncias hidrominerais do estado de São Paulo, Águas de Lindóia é conhecida como a Capital Termal do Brasil e internacionalmente reconhecida pelas suas águas como grande potencial de cura, pela hidroterapia e pelo turismo aplicado ao repouso e lazer.

O que fazer:

  • Experimente pelo menos uma dessas massagens: ducha escocesa, drenagem linfática ou banhos de aromaterapia e argila.
  • Para as crianças, as piscinas e os toboáguas de água mineral garantem a diversão.
  • Há vários roteiros de cavalgadas, partindo do Ponto de Cavalos, quase em frente da Represa do Cavalinho Branco.
  • Os passeios de Jeep também são uma boa pedida. Os carros se concentram na Praça Adhemar de Barros, no centro, e também oferecem diversas rotas pela cidade.
  • Subir até o topo dos 1.400 metros do Morro Pelado é quase que obrigatório. A vista lá de cima é imperdível.

 

10) Rio das Ostras

Além de muita praia e sol, a localização estratégica e o acervo de atividades culturais integram os atrativos da região, que fica na Costa do Sol, a 170 quilômetros do Rio de Janeiro.

O que fazer:

  • Explore a gastronomia regional e passe um fim de tarde beliscando nos quiosques da orla.
  • A praia do Centro é o ponto de partida para os passeios de escuna.
  • A Praça da Baleia e a área de lazer da Praia Costa Azul é ideal para curtir com a família, assim como as praias Joana e Tartarugas.
  • Planeje um roteiro que inclua a Lagoa de Iriri, o Monumento Natural dos Costões Rochosos, o Parque Municipal e o Parque dos Pássaros – considerado o maior viveiro da América Latina.
  • Confira o calendário de inverno da cidade que é quando acontece o Rio das Ostras Jazz & Blues Festival, considerado um dos melhores do gênero no país.
Expedia Brasil

Expedia Brasil

Bem-vindos ao site Viajando com a Expedia - Aqui, você encontrará todas as dicas e conselhos de viagem da nossa rede de especialistas do mundo todo, além das novidades sobre as novas tendências de viagem e as ùltimas notìcias sobre os problemas enfrentados pela indùstria do turismo. Viajando com a Expedia traz também milhares de informaçöes e recursos para que você possa desfrutar ao máximo de sua próxima viagem. Aproveite e explore o que a Expedia tem a oferecer!.
Expedia Brasil